Dicom CMM 349acbe3 0d8b 4ffd a7e5 e9c1acf1a31d

 

A Câmara Municipal de Maceió iniciou, nesta quinta-feira (28), o recesso parlamentar relativo aos trabalhos do primeiro semestre deste ano. Antes da parada, porém, os vereadores discutiram e aprovaram projetos que estavam pendentes e zeraram a pauta na Casa de Mário Guimarães. Para que isso acontecesse, foi necessária a realização de uma sessão extraordinária, que aconteceu logo após a sessão ordinária, como prevê o Regimento Interno do Legislativo. Ainda conforme o Regimento, as atividades parlamentares serão retomadas em 2 de agosto. Nessa data, como explica a vice-presidente Silvania Barbosa (PRB), a Câmara já estará em novo endereço. Ela também fez um balanço dos trabalhos da Casa nesses primeiros seis meses de 2018.

“Como já foi amplamente divulgado pelo presidente Kelmann Vieira (PSDB), a Câmara passará a funcionar em novo endereço, no bairro de Jaraguá. Então, nesta quinta-feira praticamente nos despedimos desse prédio que, infelizmente, pela ação do tempo e problemas estruturais, não tinha mais condição de abrigar um parlamento como esta Casa. Agora, vamos para um lugar amplo e com capacidade para que trabalhemos com mais tranquilidade e mais adequado para receber a população. Quanto aos trabalhos, avalio que, de 0 a 10, dou nota 10 para as atividades que os parlamentares desenvolveram. Foram inúmeros projetos de interesse popular aprovados. Além disso, não poderia deixar de ressaltar que a harmonia e produtividade desta Casa se dá muito pela liderança democrática de nosso presidente Kelmann Vieira”, declarou Silvania Barbosa.

ORDEM DO DIA – Entre os projetos aprovados nesta quinta, mensagem do Executivo municipal que institui o Diário Oficial Eletrônico do Município como veículo oficial de publicação dos atos normativos e administrativos de Maceió, aprovado em segunda discussão e enviado para que o prefeito Rui Palmeira (PSDB) o sancione. Além dele, PL de Tereza Nelma (PSDB) que estabelece normas para a adaptação de equipamentos de parques em áreas de lazer e praças para pessoas com deficiência e idosas.

O líder do governo na Casa, Eduardo Canuto (PSDB), teve projeto de lei endossado pela Casa que considera de utilidade pública a Federação Alagoana de Ciclismo – FAC, assim como Ana Hora (PSD) que dá a mesma condição à ONG Ferreira Hora.

Com olhar voltado para o esporte, Silvania Barbosa teve PL que cria as categorias alagoanas e faixas etárias e pessoas com deficiência para as corridas de rua em Maceió. Lobão (PR) conseguiu aprovar indicação que pede ao Executivo pavimentação e drenagem do estacionamento que fica na lateral do Mercado da Produção, na Levada. Luciano Marinho (Podemos), conseguiu aprovar PL que institui a implantação de semáforos para deficientes visuais em Maceió.