Foto: Agência Brasil 05c0b93a 09f3 471a a0fd ae6d4afbe4c5 Congresso Nacional

No Brasil 247, um dos veículos mais vermelhos da era petista (e continua a ser!), há uma comemoração franca pela Comissão Parlamentar de Inquérito da "Máfia das Delações”. Esta Comissão - ensaiada pelos petistas - é um ataque direto à Operação Lava Jato. 

Nada mais que um revide por esta ter exposto um imenso esquema sistemático de corrução que atingiu o PT, partidos aliados e até alguns adversários. 

O foco são as delações que ocorreram na Operação Lava Jato, pois estas revelaram as participações diretas de petistas que hoje se encontram presos, como Antônio Palocci. Além disso, foram fundamentais para desvendar o esquema de corrupção que deram sustentação ao governo mais corrupto de nossa história. 

É claro que havia corrupção antes e todos os larápios da República - independente de partido político - devem ir para a cadeia. 

Porém, ao lotear a Petrobras da forma como fizeram (e aqui nem estamos falando ainda do BNDES, Correios e outros), ficou claro que o partido que já tinha articulado o mensalão se utilizava do esquema como um projeto de poder. 

A verdadeira máfia estava dentro do governo e se estendia ao Legislativo e às empreiteiras. E isto é um fato. Mas, os petistas querem matar a Lava Jato atacando as delações. Há exageros na Lava Jato? Sim. E estes podem ser combatidos pelos próprios mecanismos legais. Diante da imensa quantidade de partidos investigados e das mais variadas siglas, inclusive opositores, não se sustenta mais a narrativa que se trata de uma perseguição ao PT. 

Isso é um absurdo. 

O condenado Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o Lula, paga hoje pelos seus malfeitos. Simples assim. 

Agora, por meio do Brasil 247, surge mais uma narrativa: a de que há uma reviravolta pressionada pela “imprensa tradicional” que faz com que os deputados “da base do golpe” retirem as assinaturas de apoio à CPI d Máfia das Delações. O Congresso Nacional simplesmente não tem moral para articular esta CPI. Em um dito popular: é colocar a raposa para tomar conta do galinheiro. 

Se a CPI da Máfia das Delações pegou mal é porque grande parte da população não quer que a Lava Jato seja golpeada de forma tão absurda dentro do Congresso Nacional. Não quer a articulação que venha a beneficiar justamente PT, PMDB, PP e outros, que estão verdadeiramente atolados neste lamaçal de corrupção. O resto é narrativa. 

Ao culpar a imprensa tradicional, o discurso do Brasil 247 abre portas para um antigo desejo petista: o controle de mídia. Mais uma vez a imprensa é colocada como vilã. O sonho do PT é governar um país onde a imprensa seja sua voz oficial, bem ao estilo dos regimes totalitários de esquerda, como vimos nos moldes comunistas ao longo da História. 

Agora, a briga é para que deputados não possam retirar suas assinaturas depois da repercussão negativa. Se há um golpe em andamento, ele é o seguinte: mais uma vez o PT prepara um golpe contra o país para barrar processos de investigação e salvar os seus. E aí, toda narrativa e armas são válidas. 

Estou no twitter: @lulavilar