Assessoria D9e0f1b0 31cf 414a ba27 d9b51506a8eb Hospital Metropolitano

(Atualizada às 15h17)

Com um grave risco de queda de trabalhadores e também de materiais, auditores do Ministério do Trabalho embargaram parte da obra do Hospital Metropolitano de Maceió, que está sendo construído no bairro Cidade Universitária, na parte alta da cidade.

A inspeção foi realizada na semana passada, dia 14, mas as informações foram divulgadas nesta quarta-feira (20). Um bloco foi interditado totalmente e outros dois de forma parcial.

Em nota encaminhada ao CadaMinuto, a Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinfra) esclarece que já foram realizadas as devidas tratativas entre a construtora que executa as obras do Hospital Metropolitano e o Ministério do Trabalho, no mesmo dia da fiscalização do órgão, que ocorreu na semana passada. 

"Uma solicitação de nova visita à obra já foi oficializada ao MPT, a fim de constar que a obra já está em conformidade", completa a nota.
 
Constatações
 

De acordo com a assessoria dos auditores, foi constatado na obra a ausência de equipamentos de proteção, assim como o Programa de Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção Civil – chamado de PCMAT

As obras do Hospital Metropolitano - Orçado em mais de R$ 64,5 milhões, com recursos provenientes do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (Fecoep) e de emendas parlamentares - iniciaram no final do passado e tem uma previsão de entrega ainda este ano.

Os auditores do trabalho enfatizaram que as irregularidades encontradas no canteiro de obras estavam expondo o trabalhador a situação de risco de acidente de trabalho. Segundo eles, as obras somente serão liberadas quando as construtoras responsáveis pelo empreendimento apresentarem o projeto de acordo com as normas de proteção ao trabalhador.