Foto: Assessoria 6f4c2888 a3ba 4123 9062 1ed699f89ef6 Agentes do Programa Ronda no Bairro

Acusado de injúria racial, o empresário Celso Lopes, de 52 anos, foi preso em flagrante na manhã desta sexta-feira (15), em uma agência bancária, localizada em uma galeria no bairro da Ponta Verde, na orla maritíma da cidade. A prisão foi efetuada por agentes do Programa Ronda no Bairro.

De acordo com os agentes, Celson Lopes teria chamado a vítima, Aislan Pontes dos Santos, de “macaco” devido a um mal entendido, enquanto aguardavam em uma fila a abertura da agência da Caixa Econômica Federal.

 

Durante o insulto, a vítima acionou os agentes do programa que, ao chegarem ao local da ocorrência, confirmaram a agressão verbal e deram voz de prisão ao acusado.

 

O empresário foi encaminhado, junto com a vítima e as testemunhas, para a Central de Flagrantes I, localizada no bairro do Farol, parte alta da cidade.

 

O auto de prisão em flagrante por crime de injúria racial, conforme o Art. 140 do Código Penal, foi realizado pelo delegado Leonardo Assunção. A autoridade policial não impetrou fiança e Celso Lopes ficou preso no distrito policial.

 

*Estagiária com Ascom Ronda no Bairro