Luciana Beder 04d39004 ceef 4157 a387 77031b1c0def Representantes do CRB, CSA, FAF, PM e MP discutem sobre segurança nos jogos

Em razão da preocupação com a segurança dos jogos entre CSA e CRB, representantes dos dois clubes, Polícia Militar, Ministério Público e Federação Alagoana de Futebol (FAF), estiveram reunidos no Ministério Público Estadual (MPE/AL), nesta quarta-feira (23), para decidir sobre a segurança nos dias dos jogos, que acontecem no Rei Pelé.

Durante a reunião, a PM ressaltou a preocupação do Ministério Público, que considera ainda maior devido à autorização do retorno das torcidas organizadas Mancha Azul e Comando Alvirrubro, e alegou não ter efetivo disponível suficiente para cobrir o Clássico. Visando à adoção de medidas para coibir atos de violência, a PM solicitou torcida única.

No entanto, com o aval da FAF, os representantes do CSA e CRB deliberaram que a partida prevista para o dia 09 de junho e a pré-agendada para 29 de setembro ocorram na forma de partida mista.

Dentre as normas estabelecidas na reunião está a proibição da utilização de rojões e fogos de artifício, e de faixas e cartazes por integrantes das torcidas organizadas, com dizeres pejorativos ou que induzam a violência.

O jogo contará com 15 mil torcedores, sendo 3.500 ingressos para os torcedores do CRB, que é visitante, e os demais para a torcida do CSA, que é o mandante de campo.

 

*Estagiária