Foto: DM 8ce95c74 d90c 4c0a bf0d e8f2729f7974 Fernando Collor

O senador Fernando Collor (PTC) já mandou convidar aliados, amigos e apoiadores para uma reunião em seu escritório, nesta sexta-feira (18), em Maceió. A expectativa é de que serão feitos anúncios específicos sobre as eleições em Alagoas.

Candidato a presidente da República, pessoas próximas ao senador falam que o grupo político tem indefinições sobre se apoia ou lança candidaturas ao governo e ao Senado Federal.

Recentemente, aqui mesmo neste espaço, publiquei um texto sobre a possibilidade de Collor disputar o Senado. No entanto, juridicamente não é possível detentor do mandato de senador disputar o mesmo cargo sem estar concluindo o mandato para o qual foi eleito.

Porém, aliados de Fernando Collor, que é candidato a presidente, repito, não descartam que ele dispute o governo de Alagoas, inclusive tendo Benedito de Lira (PP) - com quem vem conversando - e Rodrigo Cunha (PSDB) como candidatos ao Senado.

Qualquer anúncio feito por Collor sobre apoio ou lançamento de candidatura própria pode causar terremoto em muitas das combinações políticas gestadas e pensadas até o momento.

Ou seja, pode embaralhar tudo!

Aguardemos, então, o fim do silêncio do Fernando Collor sobre o pleito em Alagoas

EM TEMPO :

1 - Em Brasília, desde terça-feira (15), convocado pelo presidente do PSDC, José Maria Eymael, e pelo senador Fernando Collor, Eudo Freire, que comanda o PSDC em Alagoas, acertou na reunião com Eymael a questão do uso do Fundo Partidário para os candidatos em Alagoas.

2 - Quanto ao encontro com Collor, Eudo avaliou o quadro político para deputado estadual e federal. Ele recebeu a missão de eleger Fernando James – filho de Collor - deputado federal e para estadual Célia Rocha e o vereador de Penedo, Nelsinho Azevedo.

3 – Eudo Freire é um entusiasmado defensor da candidatura de Fernando Collor para os cargos possíveis nestas eleições: governador ou presidente.