Reprodução/Vídeo 583eb5fe 8546 4101 9702 605a2f2cdd6f Renan Calheiros

Em mensagem divulgada ontem, no Dia do Trabalho, o senador Renan Calheiros (MDB) voltou a criticar o colega de legenda, presidente Michel Temer (MDB): “Não temos muito a comemorar este ano, já que o governo Temer desmontou toda a legislação de proteção ao trabalhador”.

 

Após listar uma série de problemas creditados ao governo federal (aumento do desemprego, redução de salários, precarização do emprego, queda da arrecadação, fim de direitos fundamentais, demissões coletivas sem entendimento com os sindicatos, terceirização descontrolada e piora na vida da trabalhadora), Calheiros defendeu que o MDB discuta uma alternativa à candidatura de Temer ou de Meirelles ao Planalto.

 

“Torço para que meu partido, o MDB, reencontre sua origem em defesa dos trabalhadores e das garantias sociais... Já perdemos o P com a ponte para o futuro. Se o Michel for candidato ou o Meirelles, vamos perder o M. Vamos ficar só DB. Perdendo letras, nós vamos perdendo o nome. Vai ficar o caos!”, escreveu nas redes sociais.