87fd4520 5b57 4213 a87b 61ead63230cb

Enquanto o município de Arapiraca enfrenta sérios e graves problemas com falta de medicamentos nos postos e unidades básicas de saúde, médicos, problemas de infraestrutura básica e iluminação pública os vereadores tomaram grande parte do tempo da sessão ordinária dessa quarta-feira (12) com a discussão de uma matéria de autoria da vereadora Gilvania Barros (MDB) do grupo de sustentação politica do prefeito Rogério Teófilo que pleiteia a colocação de placas indicativas no bairro Senador Arnon de Mello.

Sem entender o direcionamento e a finalidade da indicação o vereador Willomaks da Saúde (PRP) que é também da base do prefeito, saiu em defesa da matéria parabenizando a vereadora pela indicação e sugerindo que ao lado da placa fosse colocado o histórico sobre o homenageado com o nome da placa. A presidente da Casa, vereadora Graça Lisboa (PDT) entrou na discussão informando que a indicação da vereadora Gilvania Barros era direcionada a Superintendência Municipal de Transporte e Transito (SMTT) que seriam placas horizontais e não nominativas com nomes das pessoas nas ruas.  

O vereador Willomack da Saúde está no primeiro mandato na Casa Herbene Melo, e vem segundo a presidente da Casa Graça Lisboa, sendo muito repetitivo nas suas colocações e defesa das suas matérias e dos demais vereadores. Em outras oportunidades do pronunciamento foge do assunto em pauta.

 Arapiraca vem obtendo nas últimas décadas de  um crescimento extraordinário, no entanto sem nenhuma infraestrutura básica por parte do Poder Público Municipal sobretudo na gestão tucana do prefeito Rogério Teófilo. A cada dia  surgem loteamentos, novos bairros sem transporte público, denominação de nomes de ruas, saneamento básico, escolas e postos de saúde. Um verdadeiro crescimento desordenado “Inchação da cidade”.

 A vereadora Graça Lisboa afirmou em pronunciamento na sessão, que tem solicitado constantemente da secretaria de Desenvolvimento Urbano (Seduc) ao menos um croquis das ruas dos novos bairros para, pelo menos dar nomes as ruas dos novos bairros e loteamentos de Arapiraca. Muitas ruas são denominadas “projetadas”, os moradores são prejudicados sem a prestação dos serviços dos Correios da entrega de encomendas através do Sedex. 

Um governo sem marca registrada

O prefeito de Palmeira dos Índios Júlio Cezar (PSB) segue sem uma marca registrada de sua gestão em uma obra relevante. O gestor vem tocando obras que foram projetos e recursos conseguidos da gestão do prefeito anterior James Ribeiro (PRTB). As obras incluem cozinha comunitária, revitalização do Cristo do Goiti dentre outras. Já a obra de revitalização da antiga Estação Ferroviária com recursos do Ministério do Turismo, segue paralisada. Recentemente o gestor determinou apenas a limpeza de toda a área no entorno da antiga estação onde o lixo e o matagal estava dando no meio da canela. 

Obras da gestão Teófilo não avançam

Outro prefeito que segue o exemplo de Júlio Cezar, é Rogério Teófilo (PSDB) de Arapiraca. Teófilo desde que assumiu os destinos da cidade mais importante do interior do Estado segue realizando algumas obras da gestão anterior da prefeita Célia Rocha (PTC). As obras da sua gestão são iniciadas e não avançam, não rendem. Um dos exemplos e a ligação asfáltica entre o bairro Cavaco e a comunidade Fernandes e o asfaltamento entre a Al-220 e o Morro Santo da Massaranduba.

Obras da gestão Teófilo 02

Teófilo no ano passado anunciou a revitalização do comércio e que Arapiraca seria transformada em um canteiro de obras. Cantou a bola e nada de concreto e muita gente ainda acreditou. Na revitalização do comércio, garantiu a construção de uma escada rolante partindo do Parque Ceci Cunha para o comercio. Essa obra, no seu entender prometida quando estava ainda em campanha eleitoral, proporcionaria maior acessibilidade além mais estacionamentos no centro da cidade. Outra promessa seria o incremento nas vendas do comércio local.

Asa faz campanha

A estreia do ASA no Campeonato Brasileiro está cada vez mais perto. O time entra em campo no dia 21 de abril, fora de casa, contra o Sergipe. Para os jogos em casa, a direção do Alvinegro resolveu consultar os torcedores sobre os preços. A torcida está opinando sobre os valores através das redes sociais do ASA. Seja no WhatsApp, Facebook e Instagram. O primeiro jogo do ASA em casa será contra o Jacuipense-BA, no dia 29 de abril (domingo), às 16h. O Alvinegro está no Grupo 7, com Jacuipense-BA, Sergipe e Central-PE. Os dois melhores colocados avançam de fase.

Criticas a Luciano Barbosa

O vereador Edvânio Correia (PSL) que já foi forte aliado da então prefeita Célia Rocha e atualmente faz parte da base de apoio ao prefeito Rogério Teófilo na Câmara Municipal de Arapiraca teceu severas criticas da tribuna da Casa ao vice-governador e ex-secretário de Estado da Educação Luciano Barbosa (MDB). Edvânio do Zé Baixinho fez criticas a Barbosa pelo atraso no pagamento dos transportadores escolares no inicio da sua gestão na pasta da Educação e ao deixar o cargo deixou no “prego” quatro meses de atraso no pagamento dos transportadores escolares que estão no aguardo do pagamento para quitarem seus débitos e compromissos.

Famílias cadastradas na Facomar serão beneficiadas com moradias

A Federação das Associações Comunitárias de Arapiraca (Facomar) está convocando todas as famílias de beneficiários do Programa Nacional de Habitação Rural (PNHR) P para assinatura dos contratos das moradias. De acordo com o presidente da Facomar, Brás Antônio de Farias, a cerimônia contará com a presença de representantes da Caixa Econômica Federal. Serão contempladas as pessoas que se inscreveram nas associações comunitárias, totalizando 92 famílias. São 46 famílias do Empreendimento Nova Vida, sendo 23 na comunidade de Baixa do Capim e 23 famílias da Lagoa d’Água.

Célia Rocha articula alianças

A ex-prefeita de Arapiraca e atual presidente estadual do PTC, Célia Rocha, vem tentando reunir alguns partidos objetivando a eleição de outubro. Até o momento, o PSDC e o PEN estão fechados com o PTC para disputa da Assembleia Legislativa. A intenção é que a aliança consiga eleger três candidatos. Caso outras siglas sejam inseridas nessa aliança, a coligação poderá até mesmo fazer mais deputados, acredita a ex-prefeita.

Célia Rocha articula02

Para Célia Rocha “a ideia é reunir bons partidos, bons nomes com densidade eleitoral e que os mais votados consigam seus objetivos de vitória”, comentou a ex-prefeita. Sobre a disputa para câmara federal, que será acirrada em Arapiraca com os candidatos da terra e os “paraquedistas”, Célia explicou que a articulação em torno da coligação ainda está acontecendo, mas que o nome do PTC para disputa na Câmara dos Deputados já foi escolhido - Fernando James, filho do senador Fernando Collor.