Foto: Assessoria A1adaa0a 3114 45f0 99d3 fcd64d650204
Com o objetivo de oferecer melhor qualidade na distribuição de água potável no município, a Prefeitura de Marechal Deodoro, por meio da Secretaria de Meio Ambiente, Agricultura, Saneamento, Pesca e Aquicultura (SEMMA) realizou nesta quarta-feira (21) mais um monitoramento da qualidade da água do Rio Estiva.
 
Desde o mês de janeiro, a Prefeitura de Marechal Deodoro vem monitorando o Rio Estiva, um dos canais que abastecem a cidade, para averiguar a qualidade da água e a possibilidade de contaminação. Mais uma vez, as análises iniciais indicaram estar tudo dentro dos parâmetros permitidos.
 
Em seu terceiro monitoramento, as equipes da SEMMA e do Serviço Autônomo de Água (SAAE) estiveram em quatro pontos para análises, sendo o primeiro na nascente do Rio, seguido a um trecho próximo a Fazenda Suíça e os outros dois na sede do SAAE, no setor de captação e pós-tratamento de água .
 
A verificação é dividida em duas etapas, a de campo, realizada ainda no local da aferição com medições de PH, temperatura, entre outros, e a laboratorial que é analisada no laboratório de Saneamento Ambiental da Universidade Federal de Alagoas (UFAL). O resultado da segunda etapa deve sair em 15 dias.
 
Os resultados do monitoramento é preciso estar dentro dos parâmetros do Conselho Nacional de Meio Ambiente (CONAMA), de acordo com a LEI 357 e do Ministério da Saúde, Lei 2914.
 
De acordo com a Secretaria de Meio Ambiente, Agricultura, Saneamento, Pesca e Aquicultura de Marechal Deodoro, a ação tem o objetivo de avaliar a qualidade da água para oferecer um melhor serviço à população deodorense, assim como combater qualquer tipo de poluição ao meio ambiente. Ela ainda afirma que a medida foi tomada por precaução, uma vez que o rio percorre próximo a regiões urbanizadas.