Foto: Ascom PC/AL C05ae8ed b43f 4e43 97c8 f141a2822f28 Controle do grupo sobre agiotagem praticada

Cinco colombianos e um brasileiro foram presos, nesta terça-feira (13), acusados de agiotagem em Maceió. Os presos emprestavam dinheiro às vítimas, e os pagamentos tinham que ser feitos diariamente, em um período máximo de 20 dias, com juros de 20%.

Na ação foram presos os colombianos: José Reinaldo Lopez Vasquez, Orlando Manuel Polo Herrera, Harrison Mauricio Suarez Galvis, William Arana Correa e Luis Felipe Velasquez Mesa, e também foi detido o brasileiro Antônio Vieira de Melo Neto. As prisões ocorreram próximo à Feirinha de Artesanato, no bairro da Pajuçara.

Foram apreendidos papéis divulgando sobre quantias que seriam emprestadas, tempo para quitarem os empréstimos, o valor final com lucros, e relações com os nomes das vítimas. O grupo era responsável por trazer o dinheiro utilizado, e ainda determinava os locais os responsáveis iriam atuar.

Após os acusados terem sido detidos, foram conduzidos à Central de Flagrantes I, e estão sendo autuados pelo delegado plantonista Rubens Martins.

Segundo o coordenador do GIDG, a Polícia Federal já foi informada sobre as prisões.

“Os acusados do crime de agiotagem presos, emprestavam quantias em dinheiros as vítimas, que quando não quitavam o estabelecido eram ameaçadas”, disse o policial civil coordenador do GIDG.

*com Ascom PC