649ca060 546f 4c32 a1cb e833fa355da2 Estrutura de antiga cerâmica virou pousada

Enquanto a cozinheira prepara a refeição, um sapo observa da porta. Ele já sabe que mais um pulo e a vassoura aparece para espantá-lo para o mais distante possível. Dona Aparecida ri com a insistência do anfíbio. O que para muitos pode parecer pavoroso. Para ela, é só mais uma manifestação da liberdade que a natureza ali exerce.

A cena foi em um domingo de visita do Blog ao Canguru Park, no povoado de Cangandu, na zona rural de Arapiraca.

Para chegar lá, foram cerca de 30 minutos, cruzando o bairro Canafístula e pegando uma estrada de barro, em direção ao povoado Pé Leve. Pelo caminho não há placas. Por isso, para encontrar o parque, basta atentar para uma antiga e alta chaminé e um cercado singelo. Vendo, assim, de fora, o transeunte pode nem suspeitar do que o espera do outro lado.

Na entrada, um dos filhos de dona Aparecida dá as boas-vindas, explica onde podemos ficar, as atrações do local e o que está disponível para consumo nas dependências do parque, como bebidas alcoólicas e refrigerantes.  Os visitantes possam levar o que quiserem para consumir lá dentro.

Transformada em parque há cerca de 20 anos, a propriedade era uma fábrica de cerâmica e, por todos os locais, estão em destaque os vestígios deste passado. Onde os tijolos eram expostos para secar ao sol, muitas plantas, flores e bichos domésticos, como gansos e patos. E o mais surpreendente:  os fornos se transformaram em quartos de hóspedes (sim, funciona como pousada), com decoração rústica, mas confortável.

Os arcos formados por vegetação, o galpão – que virou salão de festas, o lago artificial com uma pequena ilha ao centro são atrativos para dezenas de casais que encontram no Canguru Parque o cenário ideal para ensaios de pré-wedding e recepção para os convidados do casamento. A beleza do lugar também é cenário para dezenas de ensaios fotográficos pessoais e para empresas.

O lugar está sempre aberto, mas para passar o dia, é preciso reservar antes por telefone (99806.9049), informar quantas pessoas irão e se vão precisar de almoço - que fica em torno de R$ 80 e serve bem entre quatro e cinco pessoas. Cada entrada custa R$ 30.

Veja as fotos na galeria. Elas falam por si.

Siga-nos no Instagram: @blogdaclausoares.