F71c61e7 db17 4500 88d6 d7c335f95361

A delegação do CRB foi atacada no início da madrugada desta quinta-feira, na saída de Arapiraca, após a vitória por 2 a 1, contra o ASA.

O ônibus regatiano foi atingido por pedradas, rojões e bombas, após a saída do Estádio Coaracy da Mata Fonseca.

O médico do CRB, Orlando Baía, confirmou ferimentos nos goleiros Edson Mardden e João Carlos e no atacante Ruan, que sofreram cortes na cabeça, nos braços e nas pernas. Com os vidros quebrados uma bomba estourou dentro do ônibus e provocou pânico na delegação.  

A Polícia Militar foi acionada e fez buscas pela região, mas sem êxito. Os três atletas feridos prestaram queixa na Central de Flagrantes de Arapiraca.

Revoltado com mais um episódio em Arapiraca, o técnico Mazola Júnior lembrou o ataque sofrido no ano passado, quando o ônibus do CRB foi apedrejado na saída do estádio. “Só vão tomar uma providência quando matarem um”, reclamou Mazola.