Foto: Facebook 1289aab3 a400 42eb a354 ef3ac8caaebb Tayronne Henrique (MDB), vereador do Pilar, deixa diretoria da Uveal

A eleição ocorreu em setembro do ano passado, em pouco mais de seis meses, e a diretoria da União dos Vereadores de Alagoas (Uveal) está em baixa. 

Na última terça-feira, 20, o vereador e 2º vice-presidente, Tayronne dos Santos (MDB- Pilar), anunciou sua saída da diretoria da Uveal. residente da entidade,

De acordo com o parlamentar, em carta de renúncia enviada ao presidente Fabiano Leão (MDB - Arapiraca), os motivos que o levaram a deixar o cargo foram a falta de atuação de membros de forma apartidária e participação na elaboração de pautas da diretoria.

Além disso, Tayronne também explicou ao blog que os trabalhos de planejamento e ações - que aproximassem a diretoria da Uveal dos vereadores e vereadoras de Alagoas - não estão sendo colocados em práticas nesta nova diretoria. 

"Desde que fui chamado a integrar a nova Diretoria da união dos vereadores de Alagoas (Uveal) acreditei, pelas promessas daqueles que me convidaram, que estaria compondo uma nova diretoria, com uma nova visão, uma visão que buscaria a integração, o respeito e principalmente uma aproximação maior com todos os vereadores e vereadoras do Estado de Alagoas. Achei, no íntimo de minha inocência que essa nova diretoria, composta por representantes municipais de diversos municípios, buscaria renovar as energias dos integrantes dos Poderes Legislativos Municipais de forma apartidária, contra tudo e todos que atuassem contra essas premissas, mas sempre respeitando o ordenamento jurídico, a Constituição e a ética. Contudo, não nós foi dado oportunidade para participarmos ativamente na elaboração das pautas da diretoria, não me foi apresentado um plano de ação, prerrogativas que, como 2º vice presidente da Uveal, pensávamos ter", descreveu o vereador em sua renúncia. 

O pilarense havia sido eleito na chapa "Unidos Pela Uveal" formada pelos vereadores Fabiano Leão (MDB - Arapiraca), presidente; Alando Lima (PROS - Igreja Nova), vice-presidente; 2º vice-presidente; Tereza Nelma (PSDB - Maceió), secretária Geral; e José Edson dos Santos, o Edinho (MDB - Coruripe), tesoureiro geral.   

Depois de tantas brigas e confusões, idas e vindas, além da interferência da Justiça alagoana, a disputa pela cadeira de presidente e seus membros foi decidida nos bastidores da política alagoana. A intenção de 'mudar e inovar' os trabalhos da entidade no Estado, entretanto, parece que não ocorreu. 

A união entre Diomedes Rodrigues (PSDB - Pão de Açúcar), Tayrone dos Santos (PMDB- Pilar) e Tereza Nelma (PSDB - Maceió) findou na chapa de apoio ao nome do arapiraquense Fabiano Leão (MDB).

Contudo, quem saiu ganhando foi o MDB (Palácio República dos Palmares) e o prefeito de Cacimbinhas e presidente da Associação dos Municípios Alagoanos (Ama), Hugo Wanderley (MDB), influentemente comandando duas importantes entidades em Alagoas. 

Por outro lado, a insatisfação e saída do 2º vice-presidente mostra que a Uveal só mudou os nomes, permaneceu o mesmo grupo político sob domínio, continua sem projetos e ações para vereadores alagoanos, mas, fazendo a política para os líderes do MDB alagoano. 

Será?

"Diante de tudo isso, é com profundo pesar e consternação, e pedindo minhas desculpas a todos os vereadores(a) que confiaram seu voto na minha pessoa, que venho perante essa diretoria executiva manifestar a minha RENÚNCIA, em caráter irretratável, em relação ao meu cargo de 2º vice presidente da diretoria executiva da UVEAL", concluiu Tayronne Henrique. 

Redes Sociais: Kleversonlevy  

Email: kleversonlevy@gmail.com