Ascom ALE/Arquivo 92c65fc9 9724 43a3 bf15 d04f662bbe19 Rodrigo Cunha

Alçado a “virtual” pré-candidato ao Senado depois que o ex-governador Teotonio Vilela Filho (PSDB) anunciou que não irá disputar o cargo, o deputado estadual Rodrigo Cunha (PSDB) afirmou que não descarta nenhuma possibilidade, mas esse não é seu foco principal, nem há nada definido.

“O Téo demonstrou um ato de grandeza ao antecipar sua decisão. Ele não tinha necessidade de fazer isso agora, mas pensando em todo o grupo, antecipou para que a as situações sejam montadas”, analisou o parlamentar. 

Ao Blog, Cunha destacou que, no momento, o foco do partido é o anúncio da pré-candidatura do prefeito Rui Palmeira (PSDB) ao governo do Estado: “Há uma expectativa grande para esse anúncio, para depois pensar nas outras possibilidades”.

“Não acredito nessa história de que agora pode ser que Rodrigo concorra... Eu não acredito em cavalo selado, mas busco estar preparado para as oportunidades quando elas surgirem, por isso não descarto nenhuma possibilidade, mas não é meu foco principal. Meu foco principal é crescer com independência. Seja onde for, só vou se for de acordo com minhas pernas”, reforçou, ainda sobre uma possível disputa ao Senado.

Mesmo que não concorra ao cargo de senador, Cunha deixou claro que Brasília está em seus planos. Em um tom que lembrou de despedida, contou que buscou se dedicar para fazer tudo que tinha para ser feito na Assembleia Legislativa durante seu mandato.

“Acredito que consegui deixar marcas em busca da transparência e da ética e que chegou a hora de medir para saber se a população entendeu o recado e qual o tamanho que eu tenho neste estado grande de Alagoas”, finalizou.