Foto: Ascom ALE 4842dea3 12dd 4cd5 af45 f2a02bf43bd1

Depois de apelar pela substituição da “agenda eleitoral” em 2018 pela “agenda do crescimento e dos esforços no sentido de fazer Alagoas mais forte”, o governador Renan Filho (MDB) evitou comentar inclusive a própria candidatura à reeleição, ao ser questionado pela imprensa nesta quinta-feira, 15, durante o retorno dos trabalhos na Casa de Tavares Bastos.

“Não estou observando candidaturas, nem mesmo a minha, por enquanto... Acho que tenho um montão de coisa pra fazer e o cidadão não está preocupado ainda com eleição. Ele tá preocupado com a estrada da cidade dele, com o Cisp, com o (programa) Vida Nova nas grotas... Vou pensar na minha candidatura mais à frente, se o meu partido compreender que sou o melhor nome”, afirmou o governador.

Um rasgo de excessiva modéstia ou o recado claro de que, por enquanto, não tem mesmo conversa?