Ilustração Cd14b235 b5f9 4ff1 bf13 4cb1456b855a

À meia noite deste domingo, 18, termina o Horário Brasileiro de Verão, que adiantou, em uma hora, os relógios em diversos estados do país desde outubro do ano passado. 

A próxima edição do horário de verão deverá começar mais tarde do que o habitual, pois, no fim de 2017, o presidente Michel Temer assinou um decreto que transfere seu início do começo de outubro, para o mês de novembro. No entanto, a data de encerramento permanece a mesma, o terceiro domingo de fevereiro.  

A decisão do presidente de encurtar o período do horário de verão, surgiu a partir de um pedido do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes, para que em 2018, o mesmo tivesse início somente após o segundo turno das eleições, em 4 de novembro — a votação será em 28 de outubro. Segundo o TSE, a mudança pedida pelo ministro visa evitar atrasos na apuração dos votos e na divulgação dos resultados do pleito. 

Um dos exemplos citados pelo tribunal foi o Acre, onde as urnas são fechadas três horas depois da contagem de votos já ter sido iniciada nas regiões Sul, Sudeste e parte do Centro-Oeste. Atualmente, adotam o horário de verão os Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal.