97b4e3c2 42c6 43ce b512 b19111efc65b

Dois banhistas que não tiveram seus nomes divulgados, foram surpreendidos por ataques de piranhas durante a segunda-feira de Carnaval, dia 12 as margens do Rio São Francisco na cidade de Traipu. Outros banhistas que estavam passando o carnaval na cidade ficaram assustados com a movimentação e com a quantidade de sangue após os ataques.

Até agora não se sabe o peixe que atacou os banhistas. Pescadores que estavam no local afirmavam que se tratava do peixe, “Pirambeba”, de dentes muito afiados e que costuma aparecer na região por conta da grande movimentação de banhista e dos alimentos jogados na água. Já os banhistas dizem que foram atacados por piranhas.

As vítimas foram socorridas por uma equipe do Corpo de Bombeiros que estava a postos na cidade ribeirinha.
Em dezembro do ano passado, duas pessoas relataram ataques de piranhas naquela localidade.

Na época, um jovem relatou que estava tomando banho em águas rasas, quando uma piranha mordeu o dedo dele. Outra pessoa teria ficado com ferimentos maiores, diante dos ataques saíram rapidamente da água.

As águas do Rio São Francisco estão barrentas em razão de alguns de seus afluentes, como o Rio Ipanema, despejarem dejetos na cabeceira do Velho Chico. Recomenda-se aos banhistas ficar na área limite estabelecida pelos órgãos de segurança.