25ca6c43 d818 47ef a491 c3ab94e5d725

O Sindicato dos Professores de Alagoas (Simpro-AL) encaminhou para o Ministério do Trabalho e Emprego  (MTE) uma relação inicial de 90 estabelecimentos de ensino particular de Maceió e Arapiraca que depois da capital é a maior cidade com maior número de escolar da rede privada em um total de mais de 43 estabelecimentos espalhados em toda a cidade desde o centro até aos bairros mais populosos para serem fiscalizados.

Os estabelecimentos relacionados na listagem são acusados por reiteradas vezes de praticas ilegais prejudicando principalmente professores e empregados nos estabelecimentos de ensino particular. O presidente da Simpro, Eduardo Vasconcelos, assegurou ao semanário Folha de Alagoas, que o trabalho de inspeção de auditores do Trabalho já foi iniciado em Maceió. “As demandas de fiscalização estão sendo realizadas em Maceió e Arapiraca, no entanto, outros municípios do Estado estão na mira do MTE, acrescentou.