Redes sociais D62aca42 9100 4af9 958e 8d9d34b3b074 Motoristas colam adesivos de Collor pelo país

Em menos de um mês após o anúncio da pré-candidatura a presidência da República do senador Fernando Collor de Melo (PTC), já é possível acompanhar, mesmo que timidamente, a adesão de eleitores. Em várias partes do país, eles iniciaram, por conta própria, a colagem do adesivo com o nome do presidenciável.

O curioso é que se trata do mesmo modelo usado na eleição de Collor para presidente em 1989. De acordo com a executiva estadual do partido, o material oficial de propaganda só será providenciado após o registro oficial da candidatura. 

Iniciada em Alagoas, após a confirmação de sua pré-candidatura no último dia 19 de Janeiro, em Arapiraca, no Agreste do Estado, logo em seguida alguns correligionários, fãs e eleitores do senador trataram de providenciar adesivos para colar no vidro do carro e a onda já se espalhou por vários pontos do Brasil, notadamente bem mais ampla em Alagoas onde até grupos de whats app já foram criados para dar apoio e difundir o dia-a-dia do senador. 

Onda Collor

Nas redes sociais, eleitores interessados no adesivo buscam informações sobre os locais onde estão sendo distribuídos e já apareceu eleitor que mandou confeccionar do próprio bolso e está repassando para amigos e parentes que fazem questão de declarar seu voto ao ex-presidente. A chamada Onda Collor já ocupa as ruas de cidades como Arapiraca e Maceió, em Alagoas, mas já foi flagrada em ruas do Recife, Salvador, São Paulo, Fortaleza e até em Brasília. 

E nem adianta procurar o adesivo na sede do partido na capital ou no interior do Estado. Neste caso, a legenda segue o que determina a legislação eleitoral que proíbe a campanha antecipada do candidato. O material é muito mais fácil de ser encontrado a partir de contatos em grupos do whats app ou outras ferramentas nas redes sociais.