Agência Senado/Arquivo 68a78742 334f 488b 8540 43ac75458343 Renan Calheiros

Ao repercutir uma das propagandas do governo federal sobre a reforma da Previdência, a que se refere aos “dois Joões” – um trabalhador do setor público e outro do setor privado – o senador Renan Calheiros (PMDB) sugeriu a troca dos personagens por “dois Micheis”.

“Eu queria sugerir aos marqueteiros do governo que mantivessem a campanha, que é muito boa, mas trocassem os personagens. Em vez dos dois Joões, do João 1 e do João 2, eles colocassem o Michel 1 e o Michel 2... O Michel privado, o cidadão, e o Michel presidente da República”, ironizou Calheiros, durante a sessão de ontem, 6, no Senado Federal.

O senador explicou: “O Michel 1 que se aposentou aos 55 anos de idade, que ganhava R$ 48 mil de aposentadoria e hoje ganha R$ 68 mil de aposentadoria, que inclusive deixou de atualizar suas informações para fazê-lo depois de votar a reforma no Congresso Nacional, e o Michel 2, presidente da República, que é esperto e que fez com ele o que quer retirar, o que não quer que o Michel 2, evidentemente, faça”.

Calheiros resumiu o problema (da campanha e da reforma): “É um Michel que recomenda para o outro Michel um remédio amargo que o Michel não aceitou, é o Michel que fez com ele o que não quer que faça com o Michel dos outros”.

Veja aqui o  vídeo dos dois Joões.