Foto: Assessoria Ff101dbb 832f 444b 80ea ae4f719c8dd8 Instituto de Medicina Legal Estácio de Lima, em Maceió

Após um mutirão iniciado no dia 29 de janeiro, o Instituto de Medicina Legal Estácio de Lima confirmou, na tarde desta sexta-feira (2), que todos os corpos que deram entrada na unidade da Capital foram devidamente necropsiados e colocados à disposição para liberação.

O chefe especial do IML de Maceió, o perito médico legista Fernando Marcelo, explicou que com esse resultado, o mutirão foi concluído com sucesso e zerou o passivo de cadáveres existentes na unidade.

Peritos médicos legistas e técnicos forenses trabalharam em regime de escala extra, para realizar as necropsias e atingir a meta proposta em reunião com o Ministério Público do Estado (MPE).

Segundo dados estatísticos do órgão, desde o dia 21, quando se iniciou o atraso na liberação dos corpos, até esta sexta foram concluídos 92 exames cadavéricos e 384 exames de lesão corporal, em pessoas vivas, foram realizados.

*com Assessoria