Divulgação E2a05c84 9827 4f27 b979 1cc8a64fd472 Comissão liderada pelo secretário de Cultura, Sandoval Gomes ocorreu na Prefeitura

A desastrosa música “Que tiro foi esse?” da funkeira Jojo Maronttinni, não vai ter espaço algum para ser tocada durante o Carnaval da cidade de Joaquim Gomes/AL. A regra se estende para os blocos de rua e demais locais onde a festa estará ativa com a presença do povo. Sucesso absoluto em todo o País, graças ao vazio do brasileiro, sobretudo pela força das emissoras de Rádio e TV, além das redes sociais, a música “Que tiro foi esse?” foi vetada pela Comissão do Carnaval, por entender que ela é uma verdadeira apologia à violência.  

A Comissão  formada pela Polícia Militar, Prefeitura e  dirigentes dos blocos, cuja reunião ocorreu nesta quarta-feira, definiu também a proibição de outras  músicas “alusivas” a violência e a desvalorização da mulher durante as festividades na cidade.

Segundo o site 40 Graus.al, lá de Joaquim Gomes, a proibição levantou questões por parte de algumas pessoas nas redes socais. Para uns, o funk é apenas uma brincadeira, quando se fala: “Que tiro foi esse?”, se demonstra a questão do acerto, da precisão; para outros, isto é uma verdadeira  apologia à violência.