O tradicional Bloco do Rei, volta a desfilar nas prévias carnavalescas de Maceió no sábado dia 3 de fevereiro, com início da festa às 9 horas, animação de  banda de frevo na concentração dos foliões e em seguida o desfile pela orla de Pajuçara com a banda Patusco de Olinda/PE. O bloco traz para a avenida uma estrutura totalmente pensada para o conforto do folião, trio, carro de apoio, cordas, seguranças, abadá e a banda que traz o melhor do repertório com samba, frevo e marchas carnavalescas.
 
O bloco surgiu em 2001, no bairro do Poço, cidade de Maceió, por iniciativa dos frequentadores da Confraria do Rei, que desejavam o retorno dos bons carnavais de Alagoas, ao som de marchas, frevos e sambas. Sob a liderança de Reinaldo, proprietário da Confraria, o bloco decidiu ir às ruas nas prévias carnavalescas da cidade de Maceió, ponto alto das festividades na cidade.
 
Assim nasceu o BLOCO AMIGOS DO REI, que em seu primeiro ano arrastou uns 100 amigos do Reinaldo, o conhecido Rei. Com um mini trio elétrico o bloco desfilou pelas ruas do Poço e Ponta Verde. Nos anos subsequentes o bloco foi crescendo com a adesão de novos amigos e amigas do Rei. A marca das músicas tradicionais dos carnavais de rua foi se alastrando e crescendo o número de blocos na cidade durante as prévias carnavalescas.
 
Em 2005, a diretoria do bloco resolveu dar um salto de qualidade no bloco Amigos do Rei. Foram colocadas mais camisetas à venda, melhorando sua qualidade e assim o bloco se expandiu para além das portas da Confraria.
 
A partir daí a população do Conjunto Santo Eduardo, no bairro do Poço, passou a ter um bloco para “CHAMAR DE SEU”. Ainda assim, o bloco transcendeu em muito quaisquer limites demográficos, contando com foliões de todas as regiões da cidade de Maceió.
 
Já em 2005, o sucesso foi retumbante. O bloco desfilou com mil foliões com camisa e arrastando outros mil na pipoca. Nos anos seguintes, o bloco só fez crescer, passando a utilizar duas orquestras musicais e se posicionando entre os maiores blocos da cidade de Maceió.
 
No advento dos 100 ANOS DO SAMBA, em 2017, o bloco do Rei voltou às ruas fazendo o batuque do samba e relembrando o adorado estilo musical das grandes escolas de samba do País, desta vez com o desfile já na orla de Pajuçara devido a grande procura de foliões de toda a cidade.