8267efc2 4e1d 4dae 9aec f56831c2ec33

O ano de 2018 foi iniciado com a movimentação nos bastidores dos pré-candidatos a deputados estaduais e postulantes a reeleição. De acordo com analistas políticos tem chances no processo de reeleição o deputado estadual Tarcizo Freire (PP), com um importante trabalho social em Arapiraca e região Agreste através do complexo de equoterapia e na sua atuação parlamentar positiva. O deputado estadual Ricardo Nezinho é outro parlamentar bem posicionado no processo de reeleição inclusive com votos em outros municípios do Estado.

Disputa por vagas 02

Quanto aos nomes dos novos postulantes estão na disputa, Breno Albuquerque, filho do ex-deputado estadual Dudu Albuquerque e da atual secretária municipal de Ação Social da Prefeitura de Arapiraca Amilka Andréa Couto Melo. O néo candidato está aparecendo em outdoor espalhados na cidade de Arapiraca com a mensagem “Um novo tempo é a gente que faz”, numa discreta campanha eleitoral antecipada. Nesse grupo situacionista está inserida na disputa a vice-prefeita Fabiana Pessoa, esposa do deputado estadual Severino Pessoa que vai para a disputa por uma vaga na Câmara dos Deputados.

Disputa por vagas 03

O terceiro postulante a uma das 27 vagas da ALE é o advogado José Moacir Teófilo Neto (PSDB) filho do prefeito Rogério Teófilo (PSDB) que não está bem avaliado nesse primeiro ano de gestão. O jovem advogado, atualmente está presidindo o diretório municipal tucano em Arapiraca e essa decisão da sua pré-candidatura a deputado estadual seria uma decisão da primeira dama e da família Cajueiro. A família já teve espaço político com o médico Geraldo Cajueiro que foi vereador por Arapiraca e vice-prefeito na primeira gestão da então prefeita Célia Rocha. A ex-prefeita está na disputa por uma das vagas na ALE e segundo especialistas tem chances de conquistar uma das vagas.

Vice toma posse em Mata Grande

Em sessão extraordinária, ocorrida na última quinta-feira (04), a Câmara de Vereadores de Mata Grande deu posse ao vice-prefeito Franklin Lou (PP) no cargo de prefeito interino do município sertanejo. Lou assume o cargo no lugar do prefeito Erivaldo Mandu (PP), que foi preso pela polícia, na véspera do Natal, e depois colocado em liberdade, acusado de crime contra a administração pública, juntamente com o vereador Joseval Silva (PP).

Vice toma posse 02

Durante a posse, Franklin Lou, que é filho do ex-prefeito Fernando Lou, avisou que pretende formar o novo secretariado até o início da próxima semana. Além disso, o prefeito interino de Mata Grande anunciou que fará exonerações de servidores com cargos em comissão na prefeitura.

Acordo teria motivado crimes em Batalha

Maria Conceição, a Bahia Boiadeiro, filha do vereador Adelmo Rodrigues de Melo, o Neguinho Boiadeiro, assassinado a tiros na porta da Câmara dos Vereadores de Batalha em novembro do ano passado, afirmou durante entrevista à Rádio Pajuçara FM Arapiraca, que seu pai havia firmado um acordo político com Tony Carlos Silva de Medeiros, o Tony Pretinho, também assassinado em Batalha, em dezembro. Eles e outros dois vereadores da cidade haviam fechado apoio a uma candidatura para deputado federal, segundo a filha de Neguinho.

 

Acordo teria motivado crimes 02

 “O Tony era amigo do meu pai, compadre do meu irmão. O Tony, meu pai, Bruno Batalha e Lucinho estavam formando um grupo para apoiar um só deputado federal. O ‘primeiro cavalheiro’ estava consciente de que Tony não votaria no candidato dele na próxima eleição. Digo isso porque vi várias reuniões entre eles na mesa da minha casa”, afirmou, sem apontar a quem se referia quando citou o "primeiro cavalheiro".

Acordo teria motivado crimes 03

Essa não é a primeira vez que a família de Boiadeiro relaciona a morte dos dois vereadores de Batalha, mas o delegado João Marcelo de Almeida, que investiga a morte de Pretinho, descarta a relação entre os crimes. Ainda assim, ele confirma que a investigação chegou a uma suposta aliança política entre o grupo de vereadores. Essa situação em Batalha e os dois crimes sem elucidação até o momento deixa o governador Renan Filho (MDB) em uma condição nada confortável no seu projeto de reeleição.

 

Prefeituras em débito com a Eletrobrás

 

O Ministério Público de Contas de Alagoas (MPC/AL) protocolou representações junto ao Tribunal de Contas do Estado em desfavor de 15 prefeitos e ex-prefeitos em razão de débitos com a Eletrobrás. Conforme a assessoria de Comunicação do MPC, a inadimplência chega a quase R$ 3 milhões, levando-se em conta cálculos realizados em 2015.

Prefeituras em débito 02

Os municípios de Limoeiro de Anadia e Olho D’Água do Casado respondem pela maior parte da dívida, 78% do total, cerca R$ 2 milhões e 293 mil. Segundo o titular da 2ª Procuradoria de Contas, Pedro Barbosa Neto, titular da 2ª Procuradoria de Contas, as informações encaminhadas pela concessionária de energia elétrica indicam a possível ocorrência de dano ao erário.

Prefeituras em débito 03

De acordo com as correspondências enviadas pela Eletrobrás Alagoas, os municípios de Água Branca, Batalha, Barra de Santo Antônio, Campo Alegre, Jaramataia, Limoeiro de Anadia, Major Isidoro, Mar Vermelho, Olho D’Água do Casado, Piaçabuçu, Piranhas, Santa Luzia do Norte, Santana do Ipanema, Santana do Mundaú e São Miguel dos Campos, estão com pendências junto à concessionária.

Como já havia divulgado inicialmente, o radialista Nelson Filho confirmou que não irá permanecer na presidência da equipe do ASA. Por telefone, ele informou que deverá ficar no cargo somente até o final deste mês de janeiro. Embora esteja decidido a deixar à presidência, O comunicador e desportista foi enfático que vai continuar ajudando o clube. Conforme já havia comentado na postagem que fez nas redes sociais, garantiu que não existe qualquer tipo de racha na diretoria. "Não é rompimento, é apenas uma questão pessoal. Conversei sobre isso com os demais diretores”, desabafou.