A4f06f72 a1ee 4e7f bddb 87a79f1a06a3

Mãe doméstica, pai abandonou o lar, morador de periferia, seis irmãos. O perfil é comum em milhares de famílias brasileiras, mas ele decidiu construir uma história extraordinária. Com 22 anos, o universitário Maxsuel Pinheiro é exemplo de força de vontade e disciplina.

Cursando nutrição, em Sergipe, o arapiraquense estudou toda a vida em escolas públicas. Sua história escolar, entretanto, começou ainda aos sete anos quando a vida lhe trouxe uma inspiração para a vida toda, a jornalista Aninha Cavalcante.

A mãe de Maxsuel, Maria Cicera da Conceição,  trabalhava e o deixava na casa de uma tia próximo de onde funciona o cursinho pré-vestibular Fismat, famoso em Arapiraca desde a década de 1990. O menininho curioso, que olhava insistentemente, chamou a atenção da jornalista que, à época, trabalhava no local. Conversando com ele, ela percebeu que havia algo de especial.

Aninha falou com a mãe do menino e incentivou que ela o colocasse na escola. “Prometi que daria o material escolar e quando ele estivesse no ensino médio faria o cursinho pré-vestibular”, lembra. As duas promessas foram cumpridas e Maxsuel fez jus à confiança depositada.

Ainda no ensino médio, Maxsuel perdeu a mãe. Com o pai ausente, com quem não chegou a conviver, o apoio para continuar a  jornada veio dos padrinhos, que preferem não ser identificados, e de duas irmãs. Apesar da história pessoal marcada por perdas, ele não abre mão de construir seu próprio destino. “Sempre tive vontade de estudar, sempre fui muito estudioso”, revela.

O jovem conseguiu a aprovação em dois cursos na Universidade Federal de Alagoas e na Universidade Federal de Sergipe – pela qual optou. Mesmo com medo, foi morar em Aracaju, em junho de 2016, para seguir a carreira universitária. “Eu não tinha dinheiro, não tinha possibilidade de vir estudar em Sergipe. ‘Tive o apoio de todos os professores do Premen, onde estudei, dos meus padrinhos e de duas irmãs que me ajudam”, afirmou.

Na Universidade, Maxsuel não perde o ritmo. É bolsista pesquisador e monitor da disciplina avaliação nutricional. Funções que exigem dele esforço e foco extras para produzir conhecimento, participar de eventos e auxiliar o docente titular da matéria em sala de aula. 

Para a jornalista Aninha Cavalcante, ver Maxsuel crescendo e construindo uma grande carreira é sinônimo de felicidade. "Um verdadeiro presente", resume. 

Para o futuro, quer ser professor. "Estou estudando pra isso, todos sabem. Não me vejo, em outra realidade a não ser esta. Acredito que o poder de educar alguém a ser uma melhor versão de si todos os dias, não tem preço", assegura. 

De Arapiraca para a USP

Maxsuel agora se prepara para participar, em fevereiro, de um curso de verão, para o qual foi selecionado, na Universidade de São Paulo (USP), a maior instituição de nível superior do Brasil, com foco em  suplementação nutricional,  atividade fisica e microbiota intestinal, com a presença de nomes reconhecidos mundialmente,  como Herbet Lancha Jr e Hamilton Roschel.

Na USP, ele participará de palestras, aulas teóricas e práticas em laboratórios voltadas ao desenvolvimento de técnicas e participação em pesquisas.

Rede social

No Instagram, ele criou recentemente o perfil @nutricaomoderna que traz conteúdos voltados para universitários e interessados em visão mais científica da nutrição.