Divulgação A5fcac0c 38eb 461c 9556 2330ae001737

 

Um sonho que se sonha junto é realidade!! Assim foi o epílogo do ‘corredor’ penedense José Carlos Santos Soares, 37 anos. O servidor da prefeitura de Penedo e gari do veículo coletor de resíduos participou pela primeira vez da Corrida Internacional de São Silvestre. O vencedor da 93º edição foi o etíope naturalizado barenita Dawit Admasu, com o tempo de – 44min17s. A atleta local cruzou a linha de chegada com – 54min50s. A classificação geral ainda não foi divulgada pela organização.

O feito ocorreu através de uma corrente do bem, onde penedenses e a Coordenação de Esportes da Prefeitura de Penedo se uniram para realizar o seu sonho, em participar de uma prova de atletismo de nível internacional. “Foi um grande sonho que consegui realizar com a ajuda de alguns penedenses, empresários e prefeitura. Tenho muito para agradecer. E com fé em Deus, na 94º edição estarei participando”, disse José Carlos.

O corredor penedense largou no segundo pelotão, por falta de índice, com 407 atletas na sua frente. Para a próxima prova, José Carlos precisa fazer tempo em competições regionais, alcançando a marca de 31 minutos para 10 quilômetros. Assim, ele ganha o direito de sair no pelotão de elite. Atualmente seu tempo é de 32 minutos.

“Vou treinar forte e priorizar ladeiras. A São Silvestre é uma prova dura, que exige muito e com atletas de alto nível. Enfrentei uma duas vezes maior que a da Colina do Oiteiro, o que mostrou que preciso priorizar subidas. No mais, tudo foi positivo. Sair de Penedo, o que nunca pensei e participar de uma competição grandiosa. Agradeço à todos que contribuíram de alguma forma na realização deste sonho. Minhas vitórias também são dos penedenses”, encerrou emocionado José Carlos Santos Soares, 37 anos, o ‘Gari Corredor’ de Penedo.

O atleta teve ajuda do Município, através da Coordenação de Esportes. Pela Lei Bolsa Atleta, recebeu o repasse nos valores referentes às passagens áreas para São Paulo e o translado até a capital Aracaju, local de saída do voo. O programa de incentivo ajuda atletas com índice para participar de competições nacionais e internacionais, podendo chegar até R$ 5 mil.

A Lei foi sancionada pelo prefeito Marcius Beltrão (PDT) no ano de 2017. Outros dois atletas já foram beneficiados com incentivos para participar de competições sul-americanas, na Bolívia.