69b554a0 cf24 49a4 98cb 61c209be72c4 Rui Palmeira e Renan Filho

O início de um ano sempre vem cheio de promessas e desejos. O CadaMinuto perguntou a algumas pessoas públicas da esfera política, econômica e cultural quais seriam as suas expectativas para 2018, já que será um ano eleitoral e certamente trará algumas mudanças para todos. Confira.

O prefeito Rui Palmeira declarou que toda a equipe da gestão municipal "trabalha para consolidar ações voltadas à melhoria da qualidade de vida da população de Maceió e mesmo frente aos desafios que a atual conjuntura política e econômica nacional impõe aos municípios, buscamos atender às necessidades dos maceioenses, de modo especial e prioritário, aos que mais precisam do poder público. Para 2018, esperamos avançar na captação dos recursos necessários à execução de projetos essenciais ao desenvolvimento social de Maceió. Pautados na história de lutas e conquistas do nosso povo, trabalhamos para reafirmar o protagonismo na construção de um futuro próspero, de modo a contribuir para a autoestima do maceioense e o desenvolvimento da cidade".

O governador Renan Filho afirmou que para o ano que inicia espera muito trabalho. “Na vida nada resiste ao trabalho, então com muita dedicação, disposição e trabalho nós vamos seguir enfrentando essa crise que toma conta do país e se em 2018 houver crescimento econômico no Brasil como um todo vai encontrar Alagoas preparada para crescer mais rápido”.

O assessor econômico da Fecomércio Felippe Rocha disse que na economia “para Alagoas, o cenário é bastante positivo. A agricultura produziu 180% mais do que no ano passado, ajudando a aumentar a renda do setor. A indústria foi estimulada e atraída pelo governo, pelo menos 1000 postos de trabalho foram gerados com novas empresas e mais de R$ 1 bilhão investidos. O Comércio, emprego com desemprego alto, conseguiu fechar o ano com 4,4% mais vendas e faturamento do que no ano passado. O Governo Estadual conseguiu a liberação de investimentos de duplicação e melhorias na entrada de Maceió para quem vem de Rio Largo, essas obras geram postos de trabalho, movimentam a capital, aumentam o consumo e atrai mais empresas. Sendo assim, seguindo os passos da média nacional, a economia alagoana deve crescer”.

Já o Secretário Executivo de Políticas Públicas da SSP Acácio Júnior falou que na área da segurança a “expectativa para o ano que chega é continuar com o trabalho que vem sendo feito e primar pela filosofia da integração entre as polícias para que se fortaleçam ainda mais. Um exemplo disso são os novos Centros Integrados de Segurança Pública pois  eles resgatam a dignidade do policia militar e do policial civil uma vez que todos podem desempenhar suas funções de forma integrada para que a segurança da população seja feita de forma cada vez mais eficiente”.

O diretor presidente da Serveal Judson Cabral, afirmou que “para este novo ano tenho a expectativa da renovação dos representantes no parlamento e num sentido mais amplo na área governamental. A população já percebeu que chegou ao limite principalmente neste momento que país está tomado por uma onda de corrupção devidamente comprovada com o envolvimento de parlamentares e pessoas ocupantes de cargos públicos. Porém essa mudança pede uma reflexão onde as pessoas devem examinar claramente o seu direito democrático de votar tomando como base o passado e os fatos comprovados e nesse sentido creio que a possibilidade de voltar a disputar um mandato é grande porque como cidadão tenho certeza que cumpri minha parte e como representante do povo sempre coloquei minhas decisões e atitudes de forma clara e à disposição da sociedade, mas espero que avancemos para melhor uma vez que é impossível um retrocesso”.

“A gente espera desenvolver o mesmo trabalho que desempenhou em 2017 e ter o mesmo ânimo e garra para continuar colaborando com a população e a sociedade. O que nos motiva é continuar tirando os bandidos de circulação. Essa é nossa perspectiva para 2018”, disse o delegado Fábio Costa.

Já os alagoanos que fazem uso dos serviços de saúde pública  podem esperar  avanços e melhorias para este novo ano. Segundo o secretário de Estado da Saúde, Christian Teixeira, “o ano de 2017 ficará na história como o de maior investimento de todos os tempos em saúde pública de Alagoas. Nenhum Governo tinha conseguido, até então, investir tanto para que esse bem essencial chamado saúde pudesse estar acessível aos mais de 90% dos alagoanos que dependem do SUS. Após mais de 30 anos sem nenhum investimento para aumentar a Rede de Saúde do Estado, o Governo está construindo três novos hospitais: Hospital da Mulher e Hospital Metropolitano, em Maceió, e Hospital Regional do Norte, em Porto Calvo. Além dos hospitais regionais de Delmiro Gouveia e União dos Palmares, que tiveram as obras licitadas e já estão programadas para serem iniciadas em 2018. As reformas também estão presentes nas unidades já existentes, a exemplo do Hospital Geral do Estado, o maior hospital público de Alagoas, que realizou reformas na Pediatria e nas Áreas Vermelhas, Trauma e Clínica, e na recepção da Área Azul. Os investimentos também se estenderam ao Samu, que teve sua frota 100% renovada e reforçada com uma aeronave 0 km exclusiva para salvamentos, a única a funcionar nesse tipo de assistência à saúde em todo o Brasil. Nesses dez meses que estou à frente da Sesau, conseguimos dar passos importantes para o avanço da saúde pública em Alagoas. Para 2018 temos metas grandiosas para atingirmos e necessitamos do desprendimento e comprometimento de todos para continuarmos avançando e proporcionando ganhos ainda maiores a todos os alagoanos na área de saúde em 2018”.