Abc2b5fe eb0b 4381 8055 077983c6dd1d

Verão, praia e festas convidam para momentos refrescantes e drinks sedutores. Mas para assegurar que essa sejam marcados apenas por boas lembranças, a Vigilância Sanitária Estadual alerta que é necessário adotar alguns cuidados para garantia de uma saúde saudável. Um deles é com o consumo de gelo que vai utilizar para conservar o refrescar a bebida.

De acordo com o diretor da Vigilância Sanitária estadual, Paulo Bezerra, o gelo que é utilizado para consumo humano, colocado para diluir ou gelar bebidas, deve ser sempre feito a partir de água potável. “O gelo deve ter sua origem conhecida e ser manuseado sem o contato direto das mãos para manter sua segurança”, explicou Bezerra.

Já o gelo utilizado para refrigeração de latas e alimentos não deve ser utilizado para consumo. “O gelo ao entrar em contato com o isopor ou as latas, mesmo que seja filtrado, torna-se impróprio para utilização em bebidas”, ressaltou.

Em visita a uma fábrica de gelo no bairro de Jaraguá, o diretor passou algumas dicas para a fabricação caseira de gelo e identificação da qualidade do produto. “O gelo deve estar translúcido, quanto mais branco estiver o centro, mais gases entraram na sua formação. O gelo de qualidade pode ser obtido em casa através da técnica de ferver a água, esperar esfriar e tornar a ferver. Com isso, retira-se todas as impurezas e consegue-se um produto de alta qualidade”.

Jairo Joaquin, um baiano radicado em Maceió que se revela consumidor diário de gelo, ensina que o cuidado com o produto faz parte de sua rotina. “Sempre compro gelo em locais de credibilidade comprovada e procuro utiliza-lo da forma correta sem contamina-lo”, disse.

As fábricas de gelo em Maceió registram um grande aumento nas vendas nessa época do ano. Apenas em um estabelecimento consultado foi registrada a venda de 300 toneladas na última semana do ano.

“O gelo faz parte da vida de todos, sendo utilizado na saúde, alimentação e diversão. É o frio que esquenta as festas”, explicou Paulo Bezerra, lembrando, por último, que no verão é sempre importante que as pessoas – especialmente crianças e idosos – mantenham-se hidratados. “Ingerir muita água é bom, já que, além de hidratar, ela ajuda a transportar vitaminas hidrossolúveis”, concluiu.