A8d0b2dc 2152 4a8e b54f fea74d567090

Durante as festas em comemoração ao Natal, celebradas neste final de semana, as unidades de saúde gerenciadas pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) prestaram assistência a 4.176 pessoas. Os cinco ambulatórios 24 Horas da capital registraram o maior número de atendimentos, com 2.261 casos.

No Hospital Geral do Estado (HGE), referência em Alagoas para a assistência de alta complexidade em urgência e emergência, o número de atendimentos chegou a 1.261, sendo o maior número de casos clínicos com 881, seguido pelos acidentes casuais e de trânsito, 221 e 93, respectivamente. Foram 26 atendimentos motivados por acidentes de trabalho, três queimaduras, quatro tentativas de suicídio, um afogamento e lesões corporais ou provocadas por arma de fogo ou arma branca, totalizando 32 casos.

A Central do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) recebeu 6.245 ligações, no período e 23 a 25 de dezembro, sendo, desse total, 4.026 trotes. Nos três dias foi registrado um alto número de atendimentos às vítimas de trânsito, sendo 53 em Maceió e 65 em Arapiraca.

As orientações médicas concedidas pelos profissionais do Samu em Maceió foram 201 e 89 em Arapiraca. Já o serviço Aeromédico foi acionado duas vezes. Ao todo, foram realizados 411 atendimentos.

O Hospital de Emergência Daniel Houly, em Arapiraca, referência em traumas de média e alta complexidade, registrou 417 atendimentos de sexta-feira (22) até a noite desta segunda-feira (25).

Conforme relatório divulgado pelo Núcleo de Processamento de Dados (NPD), os casos que mais chamaram a atenção foram os atendimentos a 110 vítimas de acidentes no trânsito, sendo 99 de quedas e acidentes de motos e 172 vítimas de quedas da própria altura.

No mesmo período do ano passado, o HE do Agreste recebeu 208 pacientes vítimas de acidentes no trânsito, sendo 205 de colisões e quedas de motos. Também houve redução considerável no número de vítimas de agressões com arma branca (faca, canivete, estilete) e arma de fogo. Este ano, quatro pessoas receberam atendimento no hospital. No mesmo período do ano passado, esses dois tipos de agressões resultaram em dez atendimentos.

Em 2016, três pacientes não resistiram aos ferimentos e faleceram durante o atendimento. Este ano não foi registrado nenhum óbito durante os atendimentos.

A diretora-geral do HE do Agreste, médica Regiluce Santos, acredita que a redução do número de atendimentos no período natalino pode ser creditada às campanhas que o governo estadual vem desenvolvendo para a redução no número de acidentes no trânsito, principalmente nos municípios do Agreste e Sertão de Alagoas.

Os Ambulatórios 24 Horas Assis Chateaubriand, no Tabuleiro do Martins (540); Denilma Bulhões, no Benedito Bentes (381); João Fireman, no Jacintinho (609); Dom Miguel Câmara, na Chã da Jaqueira (321); e Noélia Lessa, na Levada (236), registraram, ao todo, 2.087 atendimentos durante o feriadão.

O Hemocentro de Alagoas (Hemoal) encaminhou para a Agência Transfusional do HGE 21 bolsas de sangue e também fez a dispensação de quatro bolsas de sangue para outras unidades de saúde no Estado.