Foto: Secom Maceió/Arquivo Fe3afc11 8fdf 4e97 a902 37d3c159eea1 Pardais eletrônicos

Segundo um levantamento de estatístico e estudo de casos feito pela Secretária Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT), desde o último dia 19 de dezembro, quando foram desligados os equipamentos os radares em Maceió, houve um aumento de infrações ligadas a excesso de velocidade e avanço do sinal vermelho no trânsito da capital, fato que chamou a atenção do órgão.

Segundo a SMTT, no dia 18 de dezembro, um dia antes dos equipamentos serem deligados, 1.010 infrações de trânsito foram registradas nos pontos de fiscalização eletrônica. Já no dia seguinte, quando os pardais não estavam ligados, foram 1.816 infrações, 816 a mais que o dia anterior.

Os números de infrações registradas pelos equipamentos para fins de estatística e sem gerar multas durante o Natal, nos dias 24 e 25 de dezembro, respectivamente, foram 8.875 e 8.619, oito vezes maior do que os dados colhidos durante o funcionamento da fiscalização eletrônica, um dia antes do desligamento.

De acordo com o órgão, o número de acidentes de trânsito na capital também teve um aumento considerável após o desligamento dos pardais. No período entre 21 e 25 de dezembro, a quantidade de acidentes foi de 57, um aumento de 148%, mais que o dobro do registrado no mesmo período do ano passado – de 21 a 25 de dezembro -, quando foram registrados 25 acidentes de trânsito.

“Não podemos afirmar com precisão que o aumento de acidentes neste período se deve ao desligamento da fiscalização eletrônica. Porém, é importante lembrar que o excesso de velocidade ainda lidera as listas de causas de acidentes fatais e também está entre os motivos causadores de acidentes mais leves juntamente com a falta de atenção dos condutores e o desrespeito à sinalização”, explicou o chefe da Divisão de Levantamento de Acidentes de Trânsito e Estatísticas, Carlos Moura.

.*Com informações Ascom SMTT