1ae02462 5c3f 42dd 966f 3fd5e9349d85

As comemorações do bicentenário de emancipação do Estado já estão documentadas de forma definitiva, por meio do Concurso de Monografia – Alagoas 200 anos, uma iniciativa do Gabinete Civil e executada pelo Arquivo Público de Alagoas. O resultado do certame foi publicado no Diário Oficial estadual de quinta-feira (21), anunciando o primeiro e o segundo colocado e a menção honrosa.

A primeira colocada foi Myllena Karla Santos Azevedo, com a pesquisa intitulada, Estudos sobre a construção da paisagem das praças Dom Pedro II, Marechal Floriano Peixoto e Marechal Deodoro da Fonseca. O segundo colocado foi Wellington José Gomes da Silva, com a monografia A busca de um novo destino: Os escravos e a conquista da liberdade na Alagoas Provincial 1878-1880. E a menção honrosa foi para Karla Costa Maranhão, com o trabalho “Maceió de Memórias: Repensando o Patrimônio Arquitetônico do Centro da Cidade”.

A escolha dos classificados se deu a partir dos critérios estabelecidos no item quatro do Edital de abertura do Concurso. O secretário-chefe do Gabinete Civil, Fábio Farias, parabeniza aos ganhadores e ratifica a importância de se estimular a pesquisa dentro do contexto do bicentenário de Alagoas. “Esses trabalhos premiados deixarão um legado para as próximas gerações, por isso, queremos que o concurso seja mantido todos os anos,” observou o secretário.

As monografias classificadas em primeiro e segundo lugar, além da menção honrosa, serão publicadas pelo Governo do Estado, por meio do Arquivo Público. E, para cada edição de 500 exemplares, 10% da tiragem será destinada ao autor, e os demais serão de propriedade do APA. Mais informações: (82) 3315-7879/ 3315 2181.