Crédito: Ascom Seris / Arquivo Ec588b8a ca3d 4aee 86ef 3decbfbc2f49 Agentes Penitenciários

Os agentes penitenciários de Alagoas decidiram encerrar a situação de “operação padrão” estabelecida desde o dia 08 de dezembro. A decisão foi tomada na tarde desta quinta-feira, 21, após a aprovação do Plano de Cargos e Carreiras (PCC), pela Assembleia Legislativa do Estado (ALE/AL), em sessão extraordinária. 

 

Segundo o Presidente do Sindicato os Agentes Penitenciários (Sindapen), Kleyton Anderson, a categoria conseguiu que a principal reivindicação fosse atendida, que é a implantação do PCC. Já a incorporação da periculosidade, que seria para o janeiro de 2018, não será cumprida e a categoria irá aguardar uma posição do governo.

 

Com o encerramento da operação padrão, que suspendia visitas de familiares e advogados aos detentos, pois os serviços foram reduzidos, as visitas serão restabelecidas.

 

Em nota, o Sindapen ressalta que os agentes irão trabalhar além da capacidade, no intuito de garantir a segurança nas unidades prisionais, mas que a realização de um concurso é fundamental para que as atividades sejam prestadas de maneira segura e eficaz,  e que contam com o bom senso do governador Renan Filho.

 

Confira a nota do Sindapen, na íntegra, abaixo:

"Os agentes penitenciários de Alagoas decidiram em assembleia realizada hoje, quinta-feira (21), realizar as atividades de visitação, atendimento jurídico e demais serviços do sistema prisional, mesmo que ainda precariamente diante do baixo efetivo e condições de segurança insatisfatórias. Agradecemos aos legisladores que aprovaram nosso Plano de Cargos, Carreiras e Subsídios, especialmente ao deputado Ronaldo Medeiros, aliado leal da segurança pública, e a Antônio Albuquerque, pelo empenho nessa vitória da sociedade alagoana. Porém, é mister ressaltar que trabalharemos além das nossas capacidades, no intuito de garantir a segurança nas unidades prisionais. A realização de um concurso público é fundamental para que o atendimento aos reeducandos, familiares e advogados seja prestado de maneira segura e eficaz. Contamos com o bom senso de nosso governador Renan Filho, já demonstrado nessa feita, e com o apoio de toda a sociedade, para que um número adequado de agentes penitenciários possa, num futuro próximo, prestar o serviço com a excelência desejada e dentro das normas de segurança."