5ee1ed0c 94df 48b3 ab31 b03203222c71

A Emanuely Vital, a Manu, aos 27 anos  é um mulherão desse tamanho todo, como ela mesma diz. De uma simpatia a flor da pele e sorrisos com essência de acolhimento.

O salão que leva o nome da dona é um misto de uma rede entrelaçadas de boas conversas e profissionalismo a todo vapor.

Manu conta que sempre gostou de fazer tranças e depois de se especializar, fez disso uma profissão. Junto com a irmã , a Edislany Vital, a Laninha , de 23 anos, abriu o salão em um  quarto da casa, depois que os clientes começaram a se avolumar , investiu na construção de um anexo para melhor recepcionar a clientela.

Hoje as meninas tem um empreendimento afro de sucesso.

“Aqui também é um espaço de resistência. Nosso público é quase todo de gente que quer assumir  seus fios da raiz identitária até as pontas do cabelo, e para nós isso é muito bom- diz Laninha.

Foi Carla Perdigão quem me passou o contato da Manu e fui lá trabalhar minha auto-estima, através da técnica do aplique de cabelos. O processo é demorado ( umas quatro horas)  e o puxa, repuxa de fazer as tranças  produzem incômodos inquietantes, mas, o resultado final vale muito a pena.

 A equipe do Salão faz diversos tipos de penteados afros, desde os simples aos elaborados, dependendo do modelo que você escolher. 

O que dá personalidade ao Salão da Malu é a cumplicidade amorosa que existe entre a equipe. As meninas empregam duas pessoas.

Aline é  uma das funcionárias afirma que trabalhar no Salão de Manu é uma honra, porque são muito poucos os espaços afros, em Maceió, ao mesmo tempo, diariamente tem aulas de valorização negra.

O outro funcionário é o Anderson que acredita que cada pessoa precisa trabalhar as especificidades de sua beleza e o salão é uma opção maravilhosa- diz

O Salão da Manu é uma referência do mercado e você precisa conhecer.

Interessad@ em  conhecer o Salão da Manu?

Passa  um zap pra ela 82 98861-5158