9c7003c2 cf7c 458c a785 8447e14869d2

Mesmo as prefeituras recebendo no último dia 07 a parcela extra do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), além da chamada Ajuda Financeira aos Municípios (AFM), que injetará a partir desta segunda-feira(11), mais uma gorda fatia nos cofres públicos, alguns gestores alegam continuar enfrentando grave crise para justificar algumas medidas impopulares junto aos seus servidores, como é o caso do Passo do Camaragibe.

Nossa equipe recebeu a denúncia que a partir do dia 15, servidores contratados estão dispensados das suas funções, podendo retornar aos cargos - ou não, a depender da prefeita Vânia do Passo, que possivelmente escolherá quem fica e quem sai - uma prática bastante comum e adotada por alguns prefeitos alagoanos. 

O fato é que, além da dispensa do serviço, os contratados já estão cientes que receberão apenas pela primeira quinzena do mês. Ou seja, a outra metade do já sofrível salário não chegará ao bolso do trabalhador - mesmo com o contrato ainda vigente.

É, pelo jeito... o Natal para essas famílias do município situado no litoral norte do Estado será de sufoco e aperto. Com a palavra, a prefeita!