Chefa Sucesso 8f78b83a 5c2f 41a9 b0ad 69c681c90d80 Irresistíveis, os doces são obrigatórios na mesa de Natal

“Comida de alma é aquela que consola” escreveu, com propriedade, a escritora e colunista de gastronomia Nina Horta. Faz todo o sentido. Há aquelas comidas que nutrem o corpo, e aquelas que simplesmente confortam o espírito. São pratos que não necessitaríamos comer, mas que nos proporcionam uma saciedade emocional.

Em Arapiraca, é fácil encontrar essa sensação ao se comer um brigadeiro da Mari Medeiros, uma garfada dos bolos recheados da Rafaela Tenório ou uma marinas (biscoitos de nata com recheio de casadinho) da Ilana Melo. Delícias que ficam à venda durante o ano todo.

Durante as festas de final de ano, os cardápios das confeiteiras são incrementados por prazeres da época, como os panetones recheados que ganham generosas porções de chocolate cremoso, entre outros sabores de recheios que muitas vezes surpreendem.

No mercado há oito anos, Mari Medeiros (@iguarias_gourmet) oferece 40 tipos diferentes de brigadeiros, entre eles, o brigadeiro alcoólico, doces finos e ainda oferece o serviço de ceia completo com entradas, pratos principais e sobremesas. “Nessa época, temos muita correria. Inclusive, aumentei o número de funcionários para atender aos pedidos. Chego a finalizar alguns doces, como aqueles que levam frutas, durante a madrugada para garantir o sabor e a qualidade”, explicou.

Já a Rafaelle Tenório (@boletie), é enfermeira e há cerca de um ano destacou-se na cidade com seus bolos de pote recheados. Sua marca, a Boletiê, traz para este Natal chocotone recheados, estojo de docinhos e latinhas personalizadas, além dos bolos e demais sobremesas preparadas todos os meses do ano. Sobre o período natalino, ela também encara uma maratona. “Muita correria, mas graças a Deus com planejamento a gente consegue entregar tudo no horário combinado”, garantiu.

Desde 2013, ainda no ensino médio, a jovem Ilana  Melo (@chefasucesso), postou fotos em uma rede social dos seus cupcakes. Os pedidos foram imediatos. Desde então, ela concilia os estudos, agora  no curso de arquitetura na Universidade Federal de Alagoas, e a culinária. Seu carro-chefe, as marinas, surgiram como presente para o namorado. “Até hoje é meu produto mais pedido, e está se espalhado em pontos de venda pela cidade. Simples, mas delicioso e equilibrado. Modéstia à parte, me orgulho de ter criado”, revela.

A Chefa Sucesso, assim como as outras duas entrevistadas, montou um cardápio especial, além do tradicional, para o final de ano, com caixas personalizadas, brindes corporativos e sobremesas cremosas que podem ser montadas com ingredientes escolhidos pelo cliente. “Tem mousse de leite ninho, de ameixa, de geleia de morango... O cliente pode combiná-las com uma infinidade de brigadeiros, massas de bolo, frutas e chocolates. O resultado é uma sobremesa cremosíssima e deliciosa para encher os olhos e o paladar na ceia de natal”, destaca.

Com foco no uso de ingredientes de qualidade e preparo minucioso, elas angariam, fidelizam clientes e levam produtos únicos para a mesa do consumidor, uma vez que tudo é feito artesanalmente.

Para quem deseja levar para a família e convidados, pratos e doces para consolar o estômago e a alma, a verdade é que não faltam opções de qualidade na cidade. Basta conferir, escolher e garantir a vaga porque, unânimes, as cozinheiras ressaltaram: as encomendas são muitas.