Dd104b49 eab0 4f62 99c9 ee3547c28c65

Sou moradora de rua faz 21 anos. Perdi um filho há três anos e o outro está preso. E eu luto para soltar meu filho, porque é a única família que tenho. O único que pode valer por mim.

Amanhã faço aniversário, mas, não tenho nada para comemorar. Eu vivo passando dificuldades e sendo espancada pela polícia.

Pra policia população de rua é  saco de pancada- diz Fabiana morando na rua há 21anos.

 

 

Depoimento na Audiência Pública sobre a Violência contra a População de Rua, ocorrida na OAB/Centro, em Maceió, AL, dia 01/12, promovida pela  Comissão de Direitos Humanos e Minorias  da Câmara Federal.