64bbd15a 6d28 45b2 a6db 1b36fabe65ae

O deputado federal Nivaldo Albuquerque apresentou hoje projeto de lei que isenta o imposto de renda para quem se tornar doador de medula óssea. A ideia é contribuir para o aumento do número de doadores, que ainda é pequeno diante da grande diversidade genética dos brasileiros. A chance de encontrar um doador compatível é de uma para cada 100 mil pessoas, segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca). O transplante de medula óssea é indicado como tratamento para leucemia, linfomas, anemias graves, doenças autoimunes, entre outras enfermidades.

“O objetivo é conferir um incentivo a mais às pessoas para que se mobilizem para a doação de medula óssea. Hoje temos milhares de pacientes esperando por um transplante e são milhões de doadores. Mas, de todo jeito, a conta ainda não fecha, uma vez que a grande mistura de raças do nosso povo torna ainda mais difícil a busca por um doador compatível”, explica Nivaldo Albuquerque.

A área da saúde sempre foi uma das prioridades do mandato do deputado Nivaldo. Ainda neste mês de novembro, uma emenda do parlamentar, de mais de meio milhão de reais foi empenhada para o Hemocentro Regional de Arapiraca (Hemoar). O centro atende a população arapiraquense – cerca de 200 mil pessoas – além dos habitantes dos 46 municípios vizinhos.

Segundo o órgão, apenas com a promessa da emenda do deputado Nivaldo, eles conseguiram desenvolver projeto importante para captação de medula óssea. Com visita a empresas e entidades para conscientizar a população e frente à promessa de compra de material para a coleta, conseguiram aumentar em 80% o número de doações.

Agora, com o incentivo fiscal, o número de doadores em todo o Brasil deve subir ainda mais.