Ascom ALE B2174bf2 4055 4680 969c f83f8599efa2

A Assembleia Legislativa recebeu nesta quarta-feira, 22, mais uma turma do projeto “Fale, Educação!”. Cerca de 50 alunos, do 3º ano do ensino médio da Escola Estadual Aurelina Palmeira de Melo, localizada no bairro do Vergel do Lago, em Maceió, visitaram a Casa e conversaram com o deputado Bruno Toledo (Pros). Os estudantes conheceram o plenário, assistiram vídeos sobre o processo legislativo e a vida do patrono da Assembleia Legislativa, Tavares Bastos, visitaram os gabinetes dos deputados e assistiram uma sessão ordinária.

Os alunos, em conversa com o deputado, falaram das boas iniciativas implantadas na sua escola, reclamaram da falta de infraestrutura e de transporte escolar, em da falta de professores. O estudante Jamerson dos Santos Silva reclamou da falta de professor de Português e disse que os alunos não receberam livros didáticos estes ano e nem material de estudos para o ENEM. “Já estive aqui outras vezes e achei muito importante a visita de hoje pois permitiu que os alunos pudessem conhecer melhor a Assembleia Legislativa e interagir com os deputados”, disse. Já o aluno Eduardo Gonçalves destacou a péssima qualidade da merenda escolar e afirmou que todos os dias é servido para os alunos suco com bolacha. “Essa visita foi importante pois os deputados disseram que vão visitar a nossa escola e irão observar de perto os problemas relatados por nós”, afirmou.

O coordenador da escola, Sandro Basílio, que acompanhou os estudantes, falou da importância da interação entre os deputados e os alunos e avaliou como positiva a participação no "Fale, Educação!". “Este projeto é de suma importância, tendo em vista que há muitas reclamações nas escolas públicas e os alunos, muitas vezes, não têm sua voz ouvida”, disse.

Bruno Toledo ouviu as reclamações feitas pelos alunos, explicou o funcionamento da Casa, a função de um deputado e a tramitação de um projeto de lei. “Os estudantes foram participativos, expondo os problemas existentes na escola e sabendo se posicionar sobre os diversos assuntos e, mais uma vez, com estes depoimentos podemos entender a falta de infraestrutura nas escolas públicas de nosso Estado”, destacou

O projeto “Fale, Educação” visa aumentar a visibilidade da educação para os poderes e instituições públicas e facilitar o exercício da cidadania, por parte da comunidade escolar, como forma de estímulo à busca de caminhos eficientes, pacíficos e humanitários de realização dos interesses e necessidades da comunidade. A parceria da Assembleia Legislativa com o Ministério Público está permitindo que alunos de 14 escolas públicas visitem o Poder Legislativo por 14 semanas.