Assessoria 445fc190 976f 4da8 91c2 78bed66a551c Operação Medusa II

Uma nova operação da Secretaria de Segurança Pública (SSP) contra o tráfico de drogas e outros crimes resultou na prisão do traficante Laercio Rocha dos Santos, que é apontando como líder de uma organização criminosa, que movimenta a comercialização de entorpecente em Alagoas.

Essa foi a segunda prisão de Laercio somente este ano. Em maio, ele foi preso durante a operação Medusa I, que detive uma quadrilha acusada de atuar em Alagoas, Pernambuco e São Paulo e que chegou a lucrar mais de R$ 300 mil por mês somente com o tráfico de drogas.

Em 2012, ele foi preso acusado de planejar assassinar o juiz Hélio Pinheiro Pinto, que fez uma atuação severa contra o tráfico de drogas em São Miguel dos Campos e região. 

Nesta quinta-feira (23), a SSP deflagrou a Operação Medusa II após três meses de investigação. Os alvos da operação são suspeitos de tráfico de drogas, além de já terem passagens pelo Sistema Prisional.

Ao todo estão sendo cumpridos 15 mandados de busca e apreensão e 26 mandados de  prisão, em Maceió, São Miguel dos Campos e Pilar.

Até o momento foram presos Ellida de Souza, Lúcia Fátima de Souza, Sônia Maria, Lurdes Suellen, Maria José, conhecida como "Nona", Ednilson dos Santos, o "Nino", Ledson Alves, Adryele Mendes, conhecida como "Ju", e Luana. 

Também foram cumpridos mandados de prisão contra dois alvos que já estavam presos. Eles foram identificados como Carlos André e Cristiane, conhecida também como "Neguinha". 

O trabalho investigativo continua a fim de detectar se mais pessoas estão envolvidas com a organização criminosa. A população pode utilizar o 181 Disque-Denúncia para repassar informações. O denunciante não terá sua identidade revelada. 

Todos os presos e materiais apreendidos serão levados para o Complexo de Delegacias Especializadas (Code), no bairro da Mangabeiras. Equipes do Tigre e a Asfixia participam da operação. 

*Com assessoria.