Ilustração 8ef7fcbc db06 4bae 9d42 abb9ba9a5d4d Zumbi dos Palmares

O feriado desta segunda-feira, 20, é mais do que um dia comum, é o dia para celebrar a Consciência Negra, ocasião dedicada a à reflexão sobre a inserção do negro na sociedade brasileira. Data coincide com o dia atribuído à morte de Zumbi dos Palmares, em 1695.

Zumbi, antes de tudo, foi o último dos líderes do Quilombo dos Palmares, o maior dos quilombos do período colonial, e também o responsável pela luta da liberdade de culto e religião, bem como pelo fim da escravidão colonial no Brasil, ao qual não aceitava a dominação dos brancos sobre os negros, tornando-se, assim, o maior símbolo pela liberdade dos negros da história brasileira.

Ele nasceu em 1655, na Serra da Barriga, região hoje pertencente ao município de União dos Palmares, e ganhou notoriedade já aos 20 anos após defender o quilombo do ataque das tropas portuguesas, ao qual, nesta batalha sangrenta, demonstrou suas habilidades de guerreiro jaga.

Aos 25 anos, Zumbi desafiou o tio, Ganga Zumba, após este ter aceitado uma oferta do governador da Capitania de Pernambuco onde teria prometido a liberdade para todos os escravos fugidos se o quilombo se submetesse à autoridade da Coroa Portuguesa. Prometendo continuar a resistência contra a opressão portuguesa, Zumbi tornou-se o novo líder do quilombo de Palmares.

O governo colonial então contratou os serviços dos bandeirantes Domingos Jorge Velho e Bernardo Vieira de Melo. Em 1694, eles lideram o ataque que irá destruir a 'Cerca do Macaco', capital de Palmares, destruindo-a completamente. Apesar disso, Zumbi, ferido, ainda consegue fugir.

Ele só foi morto em 1680, quando é traído por um de seus capitães, Antônio Soares, e morto pelo capitão Furtado de Mendonça. A cabeça foi cortada, salgada e levada com o pênis dentro da boca ao governador Melo e Castro. Foi exposta em praça pública para acabar com o mito da imortalidade de Zumbi dos Palmares.

Lei

Primeiramente, o Dia da Consciência Negra foi instituída apenas em 2003 como efeméride incluída no calendário escolar. O feriado só veio ser instituído a partir da Lei  nº 12.519, de 10 de novembro de 2011, sancionada pela então presidente Dilma Rousseff, em cerca de mil cidades em todo o país. Em Alagoas, berço de Zumbi dos Palmares, de acordo com a Lei Estadual nº 5.724 de 1995, o feriado vale para todos os órgãos públicos de todos os municípios.

*Estagiário