C4b38299 31e0 4f22 a200 bfc77626497c Apenas Santos e Santarém ficaram à frente de Maceió

O Porto de Maceió obteve a 3ª colocação na categoria Maior evolução anual do IDA (Desempenho Ambiental) durante cerimonia de entrega do Prêmio ANTAQ 2017, ocorrido na última quinta-feira, em Brasília, na sede da Agência de Transportes Aquaviários. Para o diretor-geral da ANTAQ, Adalberto Tokarski: “O prêmio é fundamental como reconhecimento de trabalhos de excelência realizados nos setores portuários e de navegação. A questão da sustentabilidade é primordial para a Agência. Esse prêmio valoriza aqueles e aquelas que contribuem para uma logística eficiente e, acima de tudo, que vai ao encontro do meio ambiente”. À frente de Maceió, ficaram os portos de Santos e Santarém respectivamente.

Na verdade, o índice de Desempenho Ambiental é um ranking que avalia a gestão ambiental em portos organizados. Por meio dele, a ANTAQ avalia as ações das autoridades portuárias no atendimento da legislação ambiental e a redução dos impactos no meio-ambiente das operações realizadas em suas áreas de administração. Ele leva em conta a existência de licença ambiental, planos de emergência, destinação adequada de resíduos, educação ambiental, segurança do trabalho e monitoramento da qualidade da água.  

Conforme o diretor da ANTAQ, Francisval Mendes, o Prêmio ANTAQ “está vocacionado a encorajar a reflexão da sociedade em torno da importância do modal aquaviário para o desenvolvimento econômico e social do Brasil. E também para identificar contribuições para a melhoria da efetividade das empresas que operam no setor regulado, seja especificamente na dimensão da sustentabilidade ambiental, seja no aperfeiçoamento da adequada prestação de serviços aos usuários, ou ainda fortalecendo mecanismos de gestão das empresas”.