Crédito: Assessoria/Arquivo 234fb9bd 6caa 40a7 b53a 9035247c4db4 Rodrigo Cunha

Durante a audiência pública sobre o orçamento do Estado de Alagoas, o deputado estadual Rodrigo Cunha (PSDB) reclamou da ausência de “espaço”, na peça elaborada pelo Executivo, para que deputados estaduais apresentem emendas. 

Segundo ele, o Legislativo foi simplesmente desconsiderado. 

“O governo do Estado desconsiderou a autonomia do Legislativo de apresentar emendas. O ano passado foi R$ 54 milhões, mas foi fictício, pois não se cumpriu isso. O parlamentar - na visão do governo - não deveria apresentar emendas”, colocou ainda o tucano. 

Segundo Cunha, na discussão do orçamento para 2017, ele mesmo apresentou uma emenda técnica já para evitar discussões políticas e o governo “não atendeu”. “Não atenderam a nenhum deputado estadual e não apenas o Rodrigo”, finalizou ainda o parlamentar. 

Cunha ainda questionou a situação do Polo de Tecnologia do Estado de Alagoas, indagando os investimentos a serem feitos e os prazos para o funcionamento do equipamento público Em resposta, o secretário da Fazenda, George Santoro, culpou o governo passado. “O Polo seria com o dinheiro do financiamento em empréstimo feito no governo anterior. Era para pagar com esse recurso, mas quando assumimos esse dinheiro já não existia”, frisou. 

Santoro destacou que por conta disso, o governo teve que buscar recursos próprios para dar continuidade a essas obras. 

Estou no twitter: @lulavilar