Cortesia internauta Bba3de0a bb4f 4ed7 8938 79bc9517eea9 População observando a cena do crime

Em menos de dois meses que foi preso durante uma operação deflagrada pela Secretaria de Segurança Pública (SSP/AL), o líder de uma quadrilha de assalto a banco, que atuava em Alagoas e outros estados, foi executado em sua residência no município de Xexeu, em Pernambuco.

 Antônio Ferreira da Silva neto, conhecido como Alemão, e o seu cunhado Beroaldo Ferreira Lins, conhecido como Aldo, foram mortos com diversos tiros e, segundo testemunhas, o crime foi praticado por homens encapuzados.

A dupla foi presa durante a “Operação S” deflagrada no dia 22 de setembro no Agreste e no Sertão de Alagoas. A quadrilha realizava roubo a bancos em Alagoas, Pernambuco, Minas, Rio Grande do Norte, Paraíba, Rio de Janeiro e Bahia.

Leia mais:  Operação apreende 70 kg de explosivos e armas com quadrilha de roubo a bancos

A operação foi batizada de ‘Operação S’ porque muitos dos membros presos são da mesma família. Os acusados de assassinar Aldo e Alemão chegaram ao local em um veículo, que não teve características anotadas.

Alemão foi atingido por diversos disparos de arma de fogo na cabeça e no peito e seu corpo ficou caído dentro do veículo. Já Aldo tentou se esconder dentro da residência, mas acabou sendo perseguido e morto.

Os homicídios serão investigados pela Polícia Civil de Pernambuco.

*Com informações do Portalpe10.com