Fc9ac6e0 b059 42b6 b8d0 333fc85d805a

Visando facilitar qualquer tipo de comunicação direta à pessoa com deficiência sensorial ou com alguma dificuldade de comunicação, a Assembleia Legislativa aprovou a indicação nº 437/2017 de autoria da deputada Thaise Guedes (PMDB), que propõe a inclusão das disciplinas de Libras e de Braille na formação acadêmica de pedagogos, para o seu uso em todo as faculdades e universidades de Alagoas.

 

Para a deputada, rediscutir o real papel da escola e a formação de professores são passos imprescindíveis para a construção de uma educação inclusiva de qualidade, no sentido de colaborar para um melhor desenvolvimento da aprendizagem, além de diminuir as barreiras causadas pelo estigma da deficiência.

 

"Com as inserção das disciplinas de Braille e Libras na formação dos pedagogos, iremos fortalecer a visibilidade das questões referentes à educação especial. Nossa indicação visa defender os direitos humanos desses alunos com necessidades educacionais especiais e, especialmente, contribuir para a efetivação da educação inclusiva como forma de enfrentamento à discriminação e à intolerância, além de promover o respeito e a dignidade ao próximo. Quebrando paradigmas e renovando nossas propostas curriculares, estamos reconhecendo suas capacidades e limitações, e lhes possibilitando o devido acesso a um ensino de qualidade e a uma prestação de serviços competente", concluiu, Thaise Guedes.