74a3fd02 4b8d 4fff a5b2 311f92f39666

Durante o mês de outubro técnicos da Agência Reguladora de Serviços Públicos de Alagoas (Arsal) fiscalizaram 39 unidades consumidoras de gás natural canalizado em Maceió, sendo 33 do segmento residencial e seis estabelecimentos comerciais. A Gerência de Gás não encontrou irregularidades nos prazos e padrões estabelecidos.

Durante a fiscalização de campo, a equipe técnica avaliou a eficiência no atendimento às solicitações dos usuários da Gás de Alagoas S.A. (Algás) e o tempo levado pela  concessionária para solucionar problemas de vazamento e falta de gás. Também foram verificados o funcionamento e as condições dos medidores de gás instalados nas unidades consumidoras, a qualidade do atendimento comercial e a satisfação dos usuários com o serviço prestado pela Algás.

A Arsal acompanhou ainda as manutenções preventivas realizadas pela concessionária em três postos de Gás Natural Veicular (GNV), duas indústrias visando impedir falhas nos equipamentos e minimizar a ocorrência de incidentes, garantindo a segurança e a continuidade do fornecimento do serviço.

Os técnicos da Gerência de Gás Natural vistoriaram também as obras da construção do gasoduto Penedo-Arapiraca, iniciadas em fevereiro de 2016 no município ribeirinho, e auditaram as análises laboratoriais realizadas diariamente em amostras de gás coletadas em locais previamente definidos pela Arsal. Durante a análise, é verificado se o gás natural comercializado no Estado está odorizado em conformidade com os níveis estabelecidos pela Agência Reguladora.

Outra ação realizada em outubro pela Gerência de Gás Natural foi o monitoramento de cerca de 60 indicadores de desempenho (comerciais, de qualidade, segurança e da evolução do mercado do produto), que servem como parâmetros para identificar quaisquer desvios ou não-conformidades, orientar mudanças e acompanhar melhorias no serviço prestado. “São elementos fundamentais e essenciais para o gerenciamento da segurança no fornecimento de gás e para manutenção da qualidade do serviço, do produto e do atendimento comercial”, explicou Clara Alves, gerente de Gás Natural.

Em Alagoas, o sistema de distribuição de gás natural atende 9.438 unidades consumidoras, sendo 34 indústrias, 30 postos automotivos, 582 estabelecimentos comerciais, 8.787 unidades residenciais (condomínios, prédios e residências) e cinco unidades de cogeração em oito municípios alagoanos: Maceió, Penedo, Rio Largo, Atalaia, Pilar, Santa Luzia do Norte, Satuba e Marechal Deodoro.