3e54f620 d5a5 4aed b02c a82c62c0f6bf

A partir desta quarta-feira (01), as pessoas que comercializam peixes e frutos do mar nas calçadas do Centro de Marechal Deodoro estarão proibidos de vender na rua e passarão a comercializar no Mercado Público. A informação foi passada ao grupo de vendedores e pescadores em uma reunião realizada na manhã desta terça-feira (31) com a Secretaria de Meio Ambiente, Saneamento, Agricultura, Pesca e Aquicultura, Vigilância Sanitária e Guarda Municipal.

A iniciativa é beneficiar comerciantes e compradores, regularizando as vendas dos peixes, em local adequado. Os vendedores de pescados e mariscos ocuparão a parte de baixo do Marcado, em frente à orla, dividindo espaço com os vendedores de carnes, frutas e verduras.

No total, a prefeitura disponibilizou 19 tarimbas e destas, 11 já estão ocupadas por vendedores que estiveram presentes na reunião. Os pescadores que adquiriram as tarimbas na reunião de hoje, já podem começar a comercializar os peixes e mariscos. A Secretaria orienta que as pessoas que comercializam pescado nas ruas e que não tenha participado da reunião, que procurem a Secretaria de Meio Ambiente, Saneamento, Agricultura, Pesca e Aquicultura, localizada na Praia do Francês.

Segundo o coordenador da Vigilância Sanitária, Antônio José, é preciso conscientizar os vendedores sobre higiene e limpeza do local e das vendas. “O próximo passo da Vigilância Sanitária, é realizar uma capacitação para orientar os vendedores sobre as normas sanitárias, e o uso de roupas, utensílios, além de alertar sobre a manutenção do prédio”, disse.

A partir desta quarta-feira (01), a Secretaria iniciará a fiscalização, em parceria com a Vigilância Sanitária e a Guarda Civil Municipal.