C13e1fe9 b4eb 4ce5 8c0a 809c79dd9973

A novela que envolve o aeroporto de Arapiraca tem um capítulo concluído. De acordo com o ministro dos Transportes e deputado federal Maurício Quintella, o investimento já tem área definida: um terreno situado às margens da rodovia AL-220, na comunidade do Canaã. A definição do terreno foi revelada durante  nesta segunda-feira (30), data dos 93 anos de emancipação política do município.

“Nós avançamos bastante. Primeiro eram dez potenciais áreas, depois passaram para duas e agora definimos o terreno. O Ministério inclusive já outorgou para o governo do estado a operação do aeroporto nessa área, passo muito importante desse processo, agora falta o estado realizar a desapropriação”, declarou Quintella ao repórter Ângelo Farias.

O ministro disse ainda que, antes de tomar posse na pasta que assumiu junto com o Presidente Michel Temer, não havia nada que assegurava a construção do equipamento na capital do Agreste alagoano.

“Muitas pessoas me perguntam e me cobram sobre o aeroporto de Arapiraca, e eu gostaria de dizer que antes da nossa entrada no Ministério dos Transportes se falava muito no aeroporto de Arapiraca, mas na verdade não existia nada, nem uma área definida se tinha, nem um terreno para fazer o aeroporto”, assegurou Maurício Quintella.

O Ministro garantiu que, assim que o governo estadual desapropriar a área, a construção do aeroporto de Arapiraca será prioridade. “Arapiraca é uma das cidades que mais crescem no Nordeste e eu fico feliz de estra contribuindo não só através do meu trabalho como parlamentar, mas agora também através do Ministério dos Transportes”, frisou Quintella.

Ele destacou ainda sua parceria com o vereador Dr. Fábio e a destinação de recursos para recuperação de ruas dos povoados Pau d’Arco e Vila Bananeiras. Em nível estadual, enalteceu a retomada da duplicação da BR-101 e de outros investimentos em Alagoas e no país.