Foto: Secom 035495d4 d431 441a 82e3 6c4fb483a705 Rui Palmeira

Um erro na publicação de diárias para uma viagem internacional deixou irritado o prefeito Rui Palmeira. O prefeito vai participar com outros prefeitos de capitais via FNP (Frente Nacional de Prefeitos) de um congresso, e também de uma missão técnica do BID em cidades espanholas, que vai render mais de R$ 3 milhões em investimentos do banco em Maceió. A idéia era divulgar os resultados na volta, mas o equívoco no gabinete do tucano causou mal estar e repercussão negativa nas redes sociais.


Palmeira embarca dia 11 e volta dia 25 de novembro. Será acompanhado pelos secretários Davi Maia da Slum e Jair Galvão do Turismo. A diária para viagem internacional da prefeitura é de R$ 1.450,00 por dia, o que dá em média € 360 euros. Todo servidor em viagem internacional recebe estes valores. O valor total das diárias ficaria em mais de R$ 18 mil reais. 


Na semana passada, ao saber do valor das diárias pelo secretário Davi Maia, o próprio Rui Palmeira mandou cancelar as diárias do secretário da Slum e dos demais membros da “comitiva”. O cancelamento, por ordem do prefeito, foi publicado no diário oficial do dia 27, sexta passada.


Só que por um erro da assessoria de gabinete do prefeito, enquanto a diária de Davi foi cancelada, e a de Jair Galvão sequer chegou a ser publicada, a publicação dos R$ 18 mil atribuídos a Rui Palmeira saiu estampada no diário oficial de ontem, de segunda-feira (30). Foi aí que logo cedo, assim que viu o diário, de São Paulo onde se encontra, Rui Palmeira repreendeu a equipe. Houve até ameaça de demissão.

Ira do prefeito


Rui Palmeira já tinha combinado cancelar as diárias para analisar o tema e acordar um valor menor para todos, como já fez em outras viagens que participou. Além de não perdoar o “deslize” do gabinete –  a equipe seguiu a ordem de cancelar as diárias do secretário mas se “esqueceu” de cancelar as do prefeito – Rui se viu atacado nas redes sociais de forma “organizada” por seus detratores, muitos deles por meio de perfis fakes nas redes sociais.

Detratores de Rui Palmeira, que poderá ou não ser candidato em 2018, “comemoraram” as diárias e trataram de espalhar a imagem do diário oficial pelo whatsapp. Só que os valores não foram, nem serão pagos, porque já haviam sido cancelados.

Parte dos despachos do gabinete são assinados pelo secretário Tácio Melo, de governo. As diárias de Rui apresentam na publicação a assinatura de Tácio. Mas o secretário de governo não despachou este processo. O que se suspeita internamente, apurou o Cada Minuto, é que o documento tenha sido inserido por engano pela equipe do gabinete sem a devida conferência. Daí a publicação equivocada.

O Cada Minuto tentou contato com o prefeito para ouvi-lo sobre a “lambança” de sua equipe. Como está em São Paulo, Rui Palmeira não foi localizado pela reportagem. Depois de muita demora e insistência, a Secom do município mandou a nota abaixo, que reproduzimos na íntegra:


Leia nota na íntegra:

Acerca da concessão de diárias em favor do prefeito Rui Palmeira, publicada na edição desta segunda-feira (30) do Diário Oficial do Município (DOM), a Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Maceió esclarece que:

1)    O prefeito Rui Palmeira, o secretário de Turismo (SEMTUR) Jair Galvão e o superintendente de Limpeza Urbana (SLUM) Davi Maia foram convidados para participar da delegação de gestores municipais da Frente Nacional de Prefeitos (FNP) que realizará visita à Espanha. A delegação participará do evento Smart City Expo, a convite da prefeita de Barcelona, Ada Colau. Rui Palmeira e secretários também participam de Missão Técnica do Fundo Multilateral de Investimentos (FUMIM) do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento). A Missão objetiva a captação de R$ 3 milhões para projetos de economia e geração de emprego e renda em Maceió. Trata-se de recursos a fundo perdido. A missão acontece em várias cidades espanholas e parte dos custos da Missão ficará a cargo do BID.

2)    O valor da diária para viagem internacional de servidor público do município de Maceió é de R$ 1.450,00 (um mil quatrocentos e cinquenta reais), de acordo com o Decreto n. 8437/2017 publicado no DOM em 19 de maio de 2017. Diante deste valor diário, e da visita à Espanha durar 13 (treze) dias ao todo (incluindo deslocamentos), o valor total estipulado em diárias para a viagem do prefeito e dos secretários foi de R$ 18.850,00 (dezoito mil e oitocentos e cinquenta reais).

3)    Tais valores jamais foram, nem serão pagos pelo município. Mesmo sendo legal este pagamento, ainda na semana passada, o próprio prefeito Rui Palmeira considerou o valor elevado diante da situação financeira da Prefeitura. Como àquela altura a única diária publicada para a visita à Espanha havia sido a do superintendente da SLUM, Rui Palmeira ordenou que Davi Maia revogasse a portaria que concedeu tais diárias a ele. E assim Davi Maia procedeu. Tanto que o Diário Oficial do dia 27 de outubro de 2017, na página 9, publicou a Portaria n. 56 da SLUM, a qual decide “tornar sem efeito a Portaria n. 54 de 24 de Outubro de 2017, publicada no DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO – DOM, no dia 25 de outubro de 2017, que concedeu Diárias em seu favor”.

4)    No começo da manhã desta segunda-feira (30), em compromisso em São Paulo, o prefeito Rui Palmeira tomou conhecimento de publicação na edição desta mesma segunda do DOM de portaria concedendo diárias ao prefeito, nos mesmos valores das concedidas ao superintendente Davi Maia. Tal publicação ocorreu por um equívoco da assessoria do gabinete do prefeito, uma vez que havia determinação sua de não publicação e da revogação das diárias do superintendente da SLUM. Tão logo verificou-se o equívoco na publicação, tanto o secretário de Governo Tácio Melo quanto o próprio prefeito Rui Palmeira determinaram a sua revogação, a qual será publicada na edição de terça-feira (31) do DOM.

5)    O prefeito realizará a viagem à Espanha, uma vez que esta se trata de oportunidade ímpar para a captação de recursos de fontes estrangeiras para Maceió. Tal captação já é uma realidade no município, haja vista a busca de recursos que a atual gestão empreende junto ao BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) e ao CAF (Comitê Andino de Fomento). Porém, diante da situação financeira da Prefeitura, e como já havia sido determinado inicialmente, a comitiva abrirá mão de parte das diárias estipuladas legalmente. Tal valor a menor em diárias será estipulado nos próximos dias