Foto: Assessoria 5ba6a9b8 f6da 4901 b40f fb209c9d0a0d

A Rede Nacional de Pessoas Vivendo com HIV/AIDS em Alagoas (RNP+Alagoas) promove nesta sexta-feira (27), no auditório da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), o pré-encontro da Rede que marca o início das atividades do 15º Encontro RNP+Alagoas, que ocorre nos dias 17 e 18 de novembro no Sesc Guaxuma e no Hotel Praia a Maré (Guaxuma).

A abertura do pré-encontro tem início às 14h com a palestra sobre cuidado em saúde das pessoas com hepatites virais, com a técnica de saúde da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), Monaliza Goés. Já às 15h, os usuários irão participar de uma palestra sobre cuidados com a alimentação com a nutricionista do Hospital Escola Hélvio Auto, Patrícia Torres, encerrando as atividades desse dia às 16h.

Já o encontro da Rede, marcado para os dias 17 e 18 de novembro, tem o objetivo de informar aos pacientes vivendo com HIV em Alagoas sobre seus direitos, deveres e políticas públicas na área, além proporcionar momentos de lazer e descontração para o grupo.

Programação

No dia 17, a concentração ocorre na Praça dos Martírios (Centro) e o grupo segue para o Sesc Guaxuma, onde durante irão participar de atividades como dinâmicas de grupo com os educadores físicos do Sesc e informes gerais com a coordenação da Rede. No período da tarde, a abertura do encontro será no Hotel Praia a Maré, em Guaxuma, com a presença da coordenadora do Programa IST/AIDS e Hepatites Virais da SMS, Mardjane Lemos, que fará uma explanação sobre a PREP (Profilaxia Pré-Exposição), medicamento utilizado para evitar que uma pessoa que não tem HIV adquira a infecção quando se expõe ao vírus.

Logo em seguida, será realizada uma Mesa-Redonda sobre a PREP, onde será debatido com os usuários as principais dúvidas sobre a medicação e como será realizada a adesão à medicação por parte dos pacientes. Esse momento contará com a presença de Mardjane Lemos coordenadora do Programa IST/AIDS e Hepatites Virais da SMS; da técnica da Sesau, Simone Pinheiro; de Lígia Anjo, enfermeira do Hospital Escola Helvio Auto e dos vereadores Dudu Ronalsa e Tereza Nelma.

Na manhã do dia 18, às 10h, a médica infectologista do Hospital Universitário, Raquel Guimarães irá ministrar uma palestra sobre atenção integral à saúde do homem e durante o período da tarde os usuários participam de momentos de lazer encerrando o encontro.

A Rede

A Rede Nacional de Pessoas Vivendo com HIV/Aids é um movimento nacional que foi iniciado em 1995 e reúne pessoas soropositivas para o HIV. Sua atuação é voltada a proporcionar aos portadores do vírus HIV/Aids a oportunidade de se tornarem os principais protagonistas da história de luta contra a doença no país, conhecendo seus direitos e deveres enquanto cidadãos e também os mecanismos de políticas públicas de saúde.

Em Maceió, o tratamento de pessoas com HIV é realizado pelo PAM Salgadinho, pelo Hospital Escola Hélvio Auto (antigo HDT) e pelo Hospital Universitário. No PAM Salgadinho, esse atendimento é feito pelo Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA), que funciona no bloco I.

No local, homens e mulheres têm acesso ao teste rápido, utilizado na detecção de Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs) como HIV, Aids, Sífilis e Hepatites B e C. No caso de um diagnóstico positivo, o paciente passa a fazer o tratamento com o acompanhamento da equipe do Serviço de Assistência Especializada (SAE) do CTA, formada por médicos de diferentes especialidades e outros profissionais de saúde.