Foto: Cortesia 97da5a10 8f84 4c5a 8b5c 015777b04655 Família pede ajuda em prol do garoto

O alagoano Lucas Vinicius, de 10 anos, sempre foi um garoto alegre e saudável. Há um ano e cinco meses, o menino ingeriu, acidentalmente, chumbinho – que é conhecido como veneno de rato – e teve paralisia cerebral. Desde então, familiares e amigos do garoto se uniram para arrecadar dinheiro em prol de Lucas.

A família tem enfrentado problemas diariamente: o desemprego do pai do garoto, o benefício que nunca foi autorizado e o exame que não é feito em Maceió. Segundo a mãe de Lucas, Elisângela Almeida, a família está sobrevivendo da ajuda do próximo.

“Temos aluguel para pagar, água, energia, remédio e ainda preciso levar ele para fisioterapia. Precisamos arrecadar dinheiro para fazer esse exame do Lucas que vai identificar se ele enxerga ou não”, ressaltou a mãe.

O benefício que sempre foi negado pela Justiça Federal e pelo INSS dificultou mais ainda a situação da família. De acordo com a mãe, o INSS informou que uma assistente social iria fazer uma perícia, mas até a publicação desta matéria, ninguém apareceu na residência deles. “O advogado disse que o processo foi indeferido e que o INSS queria uma nova perícia, mas até agora ninguém apareceu”, enfatizou.

Quem puder ajudar para que o Lucas Vinicius faça o exame, pode entrar em contato pelo número (82) 98727-5141 ou ajudar o garoto doando uma quantia. Confira a conta abaixo da Caixa Econômica.

Agência – 1020

Operação – 013

Conta: 00043202-8

Nome da conta: Elisângela Almeida Lima